quinta-feira, 6 de julho de 2017

Aparências podem enganar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Sempre que me ponho a pensar no passado distante; procuro refletir sobre a vida dos servos de Deus mencionados na Bíblia. Penso na vida de homens, como Samuel, Davi, Elias, Daniel... Enfim; homens especiais, que Deus separou para um ministério específico. No entanto, Tiago disse que Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós (Tiago 5.17). Com toda a certeza, os outros também eram. Já percebi, que a distância (no espaço e no tempo) projeta imagens distorcidas, de heróis e vilões; e que nós, sem percebermos, podemos aplaudir ímpios e apedrejar santos.

Na verdade, todos nós somos propensos a nos deixar influenciar pela aparência; sem admitirmos que, algumas vezes, aparências podem enganar. Assim, ao pesar estes fatos na balança da razão, volto sempre à mesma conclusão: De que preciso da direção do Espírito Santo em minha vida; enfim, de discernimento espiritual, para poder distinguir a verdade do engano - algo nem sempre tão fácil, como alguns pensam que é - em um mundo onde a mentira tem muitas faces agradáveis. Homens de Deus do passado (os que mencionei e outros) servem de marco e baliza à todos nós.

Estas e outras palavras de Jesus, revelam a real Fonte do Saber: "Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou. Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito." (João 14:23-26). Cabe a todos nós, refletir sobre isto.

Só mesmo o Espírito Santo, para nos guiar em meio às sombras:
https://youtu.be/_gIjmQgCtD0

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário