sábado, 13 de maio de 2017

Deus nos vê como seremos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto e atividades ao ar livre

Inúmeras vezes nos perguntamos "por que"... Mesmo sabendo que toda dor possui sua própria razão, ainda que desconhecida; e que para cada provação, sempre existe um divino propósito. E o nosso maior problema é reclamar do processo que nos conduz ao nosso amadurecimento; questionando o efeito, sem avaliar a causa (este erro é mais comum do que se pensa). No entanto, existem erros que não devemos cometer... Por exemplo: jamais devemos permitir que o dúvida se sobreponha à fé; que o sofrer  se sobreponha à esperança; e que a injustiça neutralize o amor.

Ao longo de minha vida, tenho percebido que Deus não nos vê como realmente somos; mas sim, como nós seremos. Portanto, assim como um médico trata cada paciente segundo a sua enfermidade; também o Senhor sempre nos trata conforme a nossa carência e não conforme a nossa preferência. Então; é raro Deus atender as nossas reclamações infundadas, ou exigências desmedidas; pois ele sabe o que é melhor para cada um de nós. E assim; se tivermos que seguir por montes, Deus não nos levará por vales. Enfim; se escolhermos o nosso próprio rumo, seguiremos sem ele.

Esta oração de Jesus tem uma fim pedagógico inserido em seu drama pessoal: "E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." (Mateus 26:39-41). Portanto, nossa oração deve sempre se alinhar com a vontade do Pai.

Ouça e assista este vídeo. Que canção confortadora esta:
https://youtu.be/kooR0a58Djc

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário