domingo, 24 de setembro de 2017

Nosso novo desafio

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Ontem, preguei na conferência missionária do Distrito de Magé; hoje, Deus me deu a graça de pregar no culto da IMW de Duarte da Silveira; e amanhã, Maria Célia e eu seguiremos em direção ao nosso novo desafio: A frente missionária de Ílhavo, no Distrito de Aveiro, onde tomaremos posse no próximo domingo. Que bênção, poder servir Àquele que nos tem servido - antes mesmo de termos nascido. Aleluia! Ontem eu disse em Magé que - aos que que, em Cristo,  anelam a esperança do céu; o próprio céu responde, estendendo sob seus pés uma espécie de tapete vermelho (o novo e vivo caminho); aos que decidiram seguir pelo "Caminho da Vida".

Que riqueza é percorrer este caminho; mesmo quando somos marcados pela difícil escolha, de deixar para trás aqueles que gostaríamos de carregar conosco. É que, ao longo da vida daqueles que optam por seguir a Jesus - bens e pessoas vão ficando ao longo do Caminho. Pois a vida com Deus impõe renúncia e obediência incondicional. Portanto, aos que escolheram aceitar o chamado do Senhor, não é dado o direito de definir os limites de sua missão, nem de decidir o lugar onde pretendem servir. Na Bíblia, vemos que Jonas se deu muito mal ao decidir não ir para Nínive; ao passo que, Isaías se deu muito bem ao dizer: "Eis-me aqui, envia-me a mim".

Importante decisão esta, tomada pelo Isaías: "Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos. Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniquidade foi tirada, e expiado o teu pecado. Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Isaías 6:5-8). E esta deve ser também a nossa decisão!

Esta canção me abençoa a muito tempo, desde que foi gravada:
https://youtu.be/jwm4EOjabNQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 23 de setembro de 2017

Nossas defesas espirituais

A imagem pode conter: texto e natureza

Sei que preciso orar um pouco mais; pois sinto que os dias se abreviam... Sei que os eventos catastróficos sempre ocorreram - com maior ou menor intensidade. Todavia, acredito que em tempo algum jamais ocorreram tantos, tão diversos, ao mesmo tempo. Penso ser da máxima importância, fortalecermos nossas defesas espirituais; e a oração é uma das melhores armas para vencermos em dias tão difíceis. Entretanto, tenho notado que os dias mais difíceis para se viver, são justamente os dias mais difíceis para se orar.

O que precisamos gravar em nosso espírito é que a intensidade do mal destes dias, aponta para a brevidade da vinda de Jesus. Portanto, a evolução do pecado (em forma de engano, de tirania, de violência, de maldade, de blasfêmia, de feitiçaria, de torpeza, e tantos outros males) conjugado com os fenômenos naturais, que devastam e angustiam nações inteiras podem ser sinais - de que os sistemas humanos faliram e o tempo se abrevia. Enfim; motivos, para orarmos e vigiarmos mais, são evidentes.

É inegável, que estes tempos são difíceis; pois vivemos em dias de densas trevas: "Lembrai-vos da mulher de Ló. Qualquer que procurar salvar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, salvá-la-á. Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado. Duas estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra será deixada. Dois estarão no campo; um será tomado, e o outro será deixado." (Lucas 17:32-36). Entretanto, Jesus virá em breve, para buscar os que o esperam!

Esta canção sempre me reporta aos dias primitivos da Igreja:
https://youtu.be/yNxQE9I6xXY

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Nossa real missão

A imagem pode conter: 5 pessoas, texto

Nesta segunda-feira, Maria Célia e eu estaremos voltando à Portugal. Perdi a conta, das vezes que fizemos este percurso; mas sei que esta será a terceira vez que obedecemos este imperativo. Ao pensar na brevidade da vida, não posso deixar de pensar nos queridos que ficam - sentimentos somente amenizados, pela lembrança dos queridos que nos esperam. Louvamos a Deus, por tanta graça manifesta! Deus é sempre fiel; ainda que nem sempre correspondamos ao Seu querer em nós. Obrigado Jesus, por tudo!

Até que ponto, estamos aptos ao cumprimento desta missão? Só Deus o sabe! Todavia; o simples fato de percorrermos este caminho - sem nos deixarmos impedir por lembranças, ou sem nos deslumbrarmos com certos sonhos - já é uma grande coisa. Eu sempre digo que não me prendo a lugares, mas às pessoas. No entanto, nem mesmo as pessoas - por mais queridas que sejam - devem nos impedir de cumprir a vontade do Senhor. Nossa real missão em Portugal ainda é mistério pra nós; mas, Deus sabe o que faz.

Este texto deveria cintilar na vida de todos os que dizem ser chamados por Deus: "E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém." (Mateus 28:18-20). Pois nossa missão deve se sobrepor ao nosso conforto e escolha.

Esta canção é linda!!! Como eu me identifico com ela! Aleluia!
https://youtu.be/8CX-oLp0qtI

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Quanto mais orarmos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Como filhos de Deus que somos, mediante a graça revelada na pessoa de Jesus; jamais devemos olvidar a oração como meio de acesso, súplica e ação de graças a Deus. Quanto mais orarmos, mais entenderemos o mistério da graça e seus derivados (salvação, santidade, perdão, adoração). Sou testemunha viva, dos recursos da graça e dos seus benefícios na vida de um crente em Jesus. Pela graça, somos salvos, perdoados e reconciliados. Entretanto, jamais devemos esquecer que isto só se tornou possível porque Jesus, redentor único e perfeito, nos fez filhos da graça. Amém!

Um crente envolto em graça, sempre terá a direção do céu, para fazer valer sua condição de servo de Deus que vive pela fé - sem jamais se intimidar pelas provações ou por ventos contrários. Isto, porque ele sempre terá em mente o alcance eterno da graça, que deve se sobrepor a todas as tendências carnais que ameaçarem a sua nova vida em Cristo. Como nascidos de Deus que somos; precisamos investir mais em oração e no conhecimento da Palavra, para não sermos vencidos pelos conceitos humanistas e egoístas; os quais corrompem até mesmo bons cristãos que se descuidam.

A epístola aos Gálatas faz apologia da graça, em contraposição à lei: "Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça." (Gálatas 5:1-5). Pela graça somos salvos!

Superabundante graça, maravilhosa graça, graça de Jesus!
https://youtu.be/nJTqGvEc-QM

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Vivemos tempos de angústia

A imagem pode conter: texto

Vivemos tempos de angústia. Entendo que os dias idos também nos ofereceram sua cota de aflição (isto é perfeitamente bíblico, conforme João 16.33); porém, os dias que vivemos são marcados por insegurança e incerteza. Alguém dirá: "Mas sempre foi assim!" Não nego isto. Entretanto, o nível de angústia se globalizou e se tornou pandêmico. A Bíblia, ao se referir aos nossos dias, fala de "angústia das nações" (Lucas 21.25). Senão... Vejamos: doenças, novas e antigas, se espalhando na terra; terremotos e mares agitados; furacões que parecem desfilar em uma passarela, na medida que são anunciados por seu nome... E tantos outros males.

Estamos sob o espectro de uma guerra mundial; sem que os seus atores tenham a menor condição de recuar. Digo isto, porque o ser humano tem uma trágica inclinação para se destruir. E sob esta terrível ótica, vemos famílias se autodestruírem, nações se autodestruírem, denominações se autodestruírem; isto sem falar no crescente número daqueles que põem fim à própria existência. E o mais grave em tudo isto; é vermos até mesmo cristãos (e não me refiro apenas aos cristãos "faz-de-conta") perdendo o sentido da vida e se distanciando de Jesus, única esperança de todos nós. Enfim, rumando para um beco sem saída e o vazio que virá depois.

A Palavra de Deus está repleta de promessas e de palavras de conforto para os que creem: "Porquanto se rebelaram contra as palavras de Deus, e  desprezaram o conselho do Altíssimo. Portanto, lhes abateu o coração com trabalho; tropeçaram, e não houve quem os ajudasse. Então clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades. Tirou-os das trevas e sombra da morte; e quebrou as suas prisões. Louvem ao Senhor pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens." (Salmos 107:11-15). No entanto, hoje vemos - até mesmo em boas igrejas - que são poucos os que creem nas promessas do Pai.

As promessas do Pai! Esta é a melhor cobertura que nós temos:
https://youtu.be/mIWxPgGnVFU

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Vida do crente que ora

A imagem pode conter: texto

Não é de hoje, eu percebo que a oração tanto nos aproxima de Deus, quanto nos afasta do mal. Vivemos em um mundo marcado por desfechos dolorosos; todavia, isto não me assusta; pois tenho a graça e o cuidado do Senhor sobre mim. Vejo pessoas queridas partirem (Áida, Zezinha, Carmem, Delza, Alzira, Santa, Iruene, e tantos outros). Então, sinto conforto por saber que viver com Deus na terra é muito bom; mas (também sei) que estar no céu com Jesus é muito melhor. Glória a Deus! É normal que pensar na morte nos assuste; pois Deus não nos criou para morrer. No entanto, existe um mal que é bem pior que a morte: O pecado! Digo isto, porque sei que pecar é morrer duas vezes. Só Cristo pode nos salvar!

Sinto grande conforto por saber que as bençãos se sucedem, mistérios se desvendam, e milagres acontecem, na vida do crente que ora. Embora eu saiba que apenas orar não é suficiente (é preciso crer na Palavra, obedecer, amar, servir, agir); todavia, sem orarmos de verdade, somos tendentes ao fracasso moral e ao desvio espiritual. Na verdade, sempre penso nisto quando vejo um  cristão tombar no meio do caminho. Sei que podemos fazer muitas coisas boas sem orar; todavia, somente orando podemos deixar de fazer o mal e vencer a tentação. Jesus disse: "Por que estais dormindo? Levantai-vos, e orai, para que não entreis em tentação." (Lucas 22:46). Precisamos mesmo orar; pois sem oração não há vitória!

Em minha vida, este salmo foi muito edificante: "Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca. A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos o ouvirão e se alegrarão. Engrandecei ao Senhor comigo; e juntos exaltemos o seu nome. Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias. O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra. Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia." (Salmos 34:1-8). Ele edifica a fé e faz crescer a esperança.

Aos vivem em Cristo, esta canção traz um grande conforto:
https://youtu.be/uOK4JZlHLtI

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Semente de esperança

A imagem pode conter: texto

Hoje se inicia a contagem regressiva, para o nosso regresso à Portugal... Na próxima segunda-feira, se Deus permitir, estaremos alçando voo para uma nova missão na pátria lusa. Coincidência ou não; fato é que hoje faz 39 anos, que rumei para Portugal com a missão pioneira de plantar a IMW em solo português. Em junho de 1993, fui enviado de novo à esta nação; mas, desta vez, para organizar a região europeia da Igreja que eu havia ali plantado quinze anos antes. E agora, nesta terceira etapa da missão, vou como missionário, servir sob supervisão regional do Bispo Geraldo Rodrigues.

Um missionário: Isto é o que sempre procurei ser. E não importa, se mandando ou obedecendo; pois minha prioridade é servir ao Mestre Jesus. Nada me demove desta convicção! Em minha vida e chamado, por onde tenho estado, procuro plantar a semente de esperança no coração dos que encontro em meu caminho. Perdi a conta dos obreiros que foram forjados ou influenciados por meu ministério; mas esta conta nunca me ocupou; pois, sou salvo para amar e servir. Esta sim, é minha mais importante missão! E se alguém me vê de um outro modo; então, precisa me conhecer um pouco melhor.

Este texto sempre pautou minha vida: "E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem. Para estes certamente cheiro de morte para morte; mas para aqueles cheiro de vida para vida. E para estas coisas quem é idôneo? Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus." (2 Coríntios 2:14-17). E assim procuro viver.

Esta canção cristã me ajudou muito, por muito tempo:
https://youtu.be/GLEsNXT8LFo

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 17 de setembro de 2017

Medida de segurança

A imagem pode conter: texto

Tenho aprendido que, ao cristão convicto; o seu dia deve iniciar no lugar de oração; e, de preferência, pouco antes do amanhecer. Eu poderia oferecer inúmeras razões, para embasar esta minha convicção; todavia, ofereço estas: Meu fortalecimento espiritual e o bem estar de minha família. Creio que o melhor fundamento que alguém pode ter - para si e seu lar - é sua vida e família no altar de Deus. Assim como este planeta vive sempre sob risco de queda de meteoros e meteoritos sobre ele; também nossa vida e nossa casa vive sob ameaças diversas... Sem sabermos de onde virão.

Na verdade, face aos perigos que nos rondam neste mundo, o Senhor é o único capaz de nos proteger. Portanto, estar aos Seus pés não é apenas prazer; é também medida de segurança. Creio que o Senhor jamais se surpreende com nossas ações e reações; pois, da nossa história de vida, Deus conhece o final. Ele sempre sabe nosso passo seguinte; todavia, não interfere em nossas escolhas, pois nos presenteou com o livre arbítrio. Entretanto, está sempre pronto a nos guiar, ajudar e socorrer, se buscarmos Sua direção para nossa vida. Então, aproveite este momento e ore a Deus.

Medite nesta oração de Davi: "Aqueles que se assentam à porta falam contra mim; e fui o cântico dos bebedores de bebida forte. Eu, porém, faço a minha oração a ti, Senhor, num tempo aceitável; ó Deus, ouve-me segundo a grandeza da tua misericórdia, segundo a verdade da tua salvação. Tira-me do lamaçal, e não me deixes atolar; seja eu livre dos que me odeiam, e das profundezas das águas. Não me leve a corrente das águas, e não me absorva ao profundo, nem o poço cerre a sua boca sobre mim. Ouve-me, Senhor, pois boa é a tua misericórdia." (Salmos 69:12-16). Amém!

Ouvi esta canção sobre oração; gostei demais! Ouça também:
https://youtu.be/GdS7tkVT5xU

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 16 de setembro de 2017

Perseverança na fé bíblica

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Sei que preciso manter minha fé bíblica viva e ativa; sem dar crédito ou levar em consideração o parecer das religiões e ideologias que procuram, a todo custo, contesta-la e desqualifica-la. Digo isto, porque vejo o desencaminhamento de muitos cristãos; atraídos e cativados que são, por conceitos espúrios - sobre Deus e sua Palavra, sobre a vida e seu significado. E a maior evidência de que não é tão fácil como parece perseverar na fé, pode ser vista no desvio de tantos crentes (até pastores, profetas e mestres); enganados que são, pelo falso brilho da falsamente chamada ciência. Quanto a mim, vou ficar firme!

Vejo muitos abrirem mão de sua fé; a trocando por amizades de ocasião, por um punhado de moedas, e até por um pedaço de pão. Portanto, devo manter minha fé focada no Filho de Deus - o Senhor Jesus; e nutrida na Palavra de Deus - a Bíblia Sagrada. E então, firmado nas promessas de Deus, vou seguindo avante mantendo minhas convicções inalteradas. Aleluia! E assim perseverando - por mais sedutores que sejam os argumentos da razão e os encantos da emoção; não pretendo abrir mão de meus valores morais e espirituais. Sei que a tentação é grande; todavia, eu tenho exemplos a seguir e uma missão a cumprir!

Agradeço a Deus pelo bem que sua Palavra me faz: "Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia. Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados" (Hebreus 10:23-26). Os crentes errariam bem menos, se buscassem mais a direção de Deus. 

Esta canção, tão bem entoada, diz tudo sobre minha posição:
https://youtu.be/S39MwMm4eNA

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Obrigado meu Jesus

A imagem pode conter: texto

Em oração, agradeci ao Senhor por viver em Sua presença - não que eu me julgue perfeito; mas, porque me amou e - em Cristo Jesus - tornou esta posição possível. Obrigado Senhor, por me guardar em um mundo mau e desordenado. Preciso de Ti e não escondo isto. Obrigado Senhor, por minha salvação e minha querida família!

Sei que vivo em um mundo que ridiculariza a verdade e exalta a mentira. Mundo que enaltece os valores carnais e despreza os valores espirituais. Mundo que faz da carne o seu prazer e do pecado a sua meta. Sei que não há esperança para o mundo. Porém, não sinto tristeza por isto; pois sei que existe uma terra venturosa a nos esperar.

Em oração pude sentir que sou protegido; que tenho a graça e o amor de Deus, como bandeira sobre minha vida. Sei que não sou digno de tão grande amor; todavia, em paz com Deus e comigo mesmo, procuro desfrutar ao máximo do Amor que se fez carne e habitou entre nós. Obrigado Jesus, por nos trazeres paz e nova vida!

Salvação e graça, recebemos por meio de Jesus: "Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus." (Romanos 5:1,2). É bom poder sentir a paz do Senhor na mente!

Esta é uma das músicas que mais ouço, que mais admiro:
https://youtu.be/5BCuZ1tFcmA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Galardão da perseverança

A imagem pode conter: texto

Na justa medida em que o tempo passa, cresce em mim aquele sentimento - de que dificuldades maiores sempre esperam quem passou por dificuldades menores; pois nossa existência é um tipo de laboratório de provas, onde a resolução de um problema nos leva a um nível mais elevado de experimento. Portanto, quem já passou por provações diversas, esta bem mais preparado para lidar com as dores e provas que um novo dia impõe. Porém, pelo fato de muitos cristãos não entenderem este processo bíblico, de aprimoramento da vida cristã, acabam por desistir; sem se darem conta de quão perto chegaram, do galardão da perseverança.

Ao pensar no valor da provação no aprimoramento do crente; não pude deixar de também pensar, em homens de Deus do passado: José teve sua prisão; Davi, o seu gigante; Sadraque, Mesaque e Abednego, a sua fornalha; Daniel, a sua cova... Momentos assim podem definir o futuro de um servo de Deus. Ou seja: Passar pela prova é inevitável; enfrentar e vencer é opcional. Sim! Ou vamos em frente; ou paramos no caminho. Ou aceitamos o processo; ou então... Nos deixamos dominar por melancolia, ressentimento, e mania de perseguição. É comum, vermos crentes amargurados, revoltados, sempre a procura de culpados para sua dor e sofrimento.

Salmo inspirador este: "O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias." (Salmos 23:1-6). Aleluia!!!

Salmo 23... Que maravilha! Vale a pena ouvir esta canção:
https://youtu.be/V5ixXXGYdPE

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Grande é o perdão de Deus

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Nesta manhã, precisei clamar ao Senhor. Vivemos um tempo de inversão de valores - em que o errado se apresenta como certo; e o certo vive a se constranger. Tempo difícil é este! Enquanto eu orava, o meu espírito se voltou para o salmo 130; e logo, glorifiquei a Deus - por seu amor, graça e perdão. Bem sei que por mais que o ser humano se esforce, para se salvar por si mesmo, jamais terá sucesso. Como é difícil crer no futuro da humanidade! Ainda bem que Jesus veio para salvar os que "estavam assentados na região e sombra da morte" (Mateus 4.16). Que grande alívio minha alma sentiu - ao pensar no grande amor do nosso Deus. Jesus é a nossa Justiça!

Ali mesmo no lugar de oração, entendi um pouco melhor a graça imerecida, que torna a salvação possível ao pior pecador. Todavia não ignoro que o tempo da graça está prestes a se findar... Então, o que virá a seguir será dor e sofrimento indescritível. Pedi ao Senhor que nos guarde e nos conduza, sob o manto da sua infinita graça e misericórdia. Meu Deus! Vemos tanta maldade na terra, tanta leviandade entre crentes. Ainda bem que existe uma Porta aberta para o futuro de glória: Jesus, o único Caminho para a eternidade. E aqueles que por ela entrarem viverão a bem-aventurança futura. Obrigado, meu Senhor Jesus, por nos tornares dignos da Vida eterna! 

Este é o perdão de Deus: "Das profundezas a ti clamo, ó SENHOR. Senhor, escuta a minha voz; sejam os teus ouvidos atentos à voz das minhas súplicas. Se tu, Senhor, observares as iniquidades, Senhor, quem subsistirá? Mas contigo está o perdão, para que sejas temido. Aguardo ao Senhor; a minha alma o aguarda, e espero na sua palavra. A minha alma anseia pelo Senhor, mais do que os guardas pela manhã, mais do que aqueles que guardam pela manhã. Espere Israel no Senhor, porque no Senhor há misericórdia, e nele há abundante redenção. E ele remirá a Israel de todas as suas iniquidades." (Salmos 130:1-8). Grande perdão! Bendito seja Deus!

Que conforto esta canção me trouxe esta manhã! Aleluia!
https://youtu.be/s6871xx3LBk

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A vida exige equilíbrio

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e texto

Desde o início de minha vida cristã, uma das primeiras lições que aprendi é que não devo me descuidar um só momento. Sei que o valor do cuidado pessoal com o meu corpo (alimentação, higiene, aparência) é de grande importância, nas relações interpessoais. Entretanto, o cuidado espiritual é tão importante quanto o cuidado físico (talvez até mais) quando se trata da relação entre o homem  e Deus. Infelizmente, a tendência humana é valorizar o corpo em detrimento do espírito. Entendo que uma coisa não deve anular a outra; todavia, em caso de opção, o espírito deve ser prioridade.

Confesso que vejo como exagero, o cuidado excessivo que muitos dão ao seu corpo (malhação, aeróbica, esporte) até ao ponto de colocar em risco a sua própria saúde - isto sem falar no risco ao qual expõem sua vida espiritual e familiar. Não nego que um bom exercício físico, dentro da normalidade, pode contribuir para uma melhor autoestima e um bom condicionamento físico; portanto, não sou contra este tipo de cuidado. Na verdade, minha reserva é com o cuidado demasiado com o corpo (remédio pra tudo, doses exageradas de polivitamínicos). Enfim... Em tudo, a vida exige equilíbrio.

Vemos, nesta saudação de Tiago, a importância do equilíbrio: "O presbítero ao amado Gaio, a quem em verdade eu amo. Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma. Porque muito me alegrei quando os irmãos vieram, e testificaram da tua verdade, como tu andas na verdade. Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade. Amado, procedes fielmente em tudo o que fazes para com os irmãos, e para com os estranhos" (3 João 1:1-5). O equilíbrio deve pautar tudo que pensamos, dizemos ou fazemos.

Esta canção sempre me edificou, desde que a ouvi pela primeira vez:
https://youtu.be/Pjcrp4g0GvU

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Esperança de dias melhores

A imagem pode conter: texto

Na madrugada de domingo último, após ter orado e me preparado para estar de manhã na IMW de Jardim Boiuna; pensei em nossa presença, sexta e sábado, em Itamonte (nossa estada com o Pastor Gilberto e família; o casamento de Jéferson & Mariana; nossa hospedagem na cada da irmã Izoraide e família; e o abençoado reencontro com os pastores e irmãos do Distrito de São Lourenço-MG). Maria Célia e eu, juntamente com o nosso querido filho Ezequiel, desfrutamos de momentos agradabilíssimos. Também pensei naqueles que se encontram em grandes lutas e aflições - feridos por males do corpo e da alma; e nas testemunhas oculares de tragédias (furacões, terremotos, maremotos). Só mesmo Jesus pra nos valer!

Precisei orar para acalmar minha alma, face ao drama que atinge uma grande parte da humanidade. Até porque... Nem sempre podemos entender os "por que", de tudo aquilo que nos acontece - em um mundo que aflige, revolta e contamina em toda parte. Estou convencido que só mesmo Jesus para infundir paz e calma no coração humano, em meio à dor e à guerra de todos os dias. Só Jesus pode dar esperança de dias melhores, aos que sentem sua esperança se esvair como o incômodo pinga-pinga de uma torneira defeituosa. Na verdade, em meios às incertezas, só temos as promessas do Pai à nos valer. Todavia... De que mais precisaremos; se podemos viver e nos alimentar da Palavra de Deus? Sim! É só crer e querer.

Ao final, a Palavra de Deus prevalecerá! "Faze-me justiça, ó Deus, e pleiteia a minha causa contra a nação ímpia. Livra-me do homem fraudulento e injusto. Pois tu és o Deus da minha fortaleza; por que me rejeitas? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo? Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem e me levem ao teu santo monte, e aos teus tabernáculos. Então irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria, e com harpa te louvarei, ó Deus, Deus meu. Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu." (Salmos 43:1-5). Suas promessas se cumprem na vida de quem crê!

Esta canção jamais perderá sua eficácia e relevância:
https://youtu.be/pc78XGKYcsI

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 10 de setembro de 2017

Colhemos o que plantamos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

A presença dos furacões, tsunami, vulcões e tremores de terra confirmam a tese; que as forças da natureza, ao se manifestarem, podem faze-lo com imensurável poder de destruição. No entanto, para o nosso bem; as últimas gerações ainda não tiveram chance de ver, o quanto as forças da natureza podem ser mundialmente catastróficas. Infelizmente, os poderosos e os formadores de opinião do planeta não conseguem perceber a relação de causa e efeito entre e o mal moral e o mal natural (talvez, quando perceberem, seja tarde demais). Na vida, colhemos o que plantamos.

Os homens, com sua capacidade inventiva, conseguem construir poderosas armas de guerra; e com sua capacidade pecaminosa, conseguem praticar os atos mais vis, hediondos e grosseiros. Na verdade, o mal moral decorrente da natureza pecaminosa do ser humano é o maior gatilho que aciona a pronta resposta do mal natural. Sei que dizendo isto, contrario a maioria das pessoas (até mesmo muitos cristãos). Porém, a própria história universal está pontilhada de exemplos, a confirmar o que estou afirmando. Que Deus é amor, a grande maioria sabe muito bem. Mas Deus também é justiça! 

Precisamos estar atentos, para a Palavra de Deus: "haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:25-28). E nela, vemos que o "Dia" está próximo.

Glória a Deus! Jesus veio para nos livrar do presente século mau.
https://youtu.be/9YC8iDNpyYU

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 9 de setembro de 2017

Vida de oração em dia

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Agora mesmo, me levantei do lugar de oração... Com assuntos não esgotados, perguntas não respondidas, preocupações não finalizadas; todavia... Sentindo segurança e paz por estar diante do Senhor. Precisamos orar, mesmo quando não temos nada a dizer. Quando oramos, podemos até não ter todas as repostas; entretanto, temos a presença do Senhor. Orando, aprendi que o silêncio de Deus é tão importante quanto a Sua voz. Quem ora precisa saber que, ao orar: Adorar é preciso! Portanto, fale com Deus, louve e adore ao Senhor, e não se inquiete com o Seu silêncio. Deus é fiel!

Eu sempre soube que a oração não traz todas as respostas, nem todas as soluções. Porém, jamais devo deixar de orar. Pois, a paz que não se finda floresce no lugar de oração. E, enquanto estamos orando, o espírito vai se acalmando e milagres vão acontecendo. Em oração, aprendemos bem mais que em qualquer outro lugar - sobre limites e possibilidades que todos temos. Portanto, se um crente mantém sua vida de oração em dia; ele nunca passará dos limites, nem tentará ir além de suas possibilidades. Todos já devem saber isto; porém, para por em prática: Orar é preciso!

Na oração, nossos medos desaparecem: "Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca. A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos o ouvirão e se alegrarão. Engrandecei ao Senhor comigo; e juntos exaltemos o seu nome. Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias." (Salmos 34:1-6). Ao orarmos a Deus, as nossas angústias vão embora!

Glorifico a Deus por esta canção! Pois... É na oração! Aleluia!
https://youtu.be/qIRCAIdv9Y8

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Perversa corrupção

A imagem pode conter: texto

Geralmente, não discuto política com quem está deslumbrado por um político ou por um partido político; pois, segundo o meu juízo, com raríssimas exceções, todos estão contaminados. Assim, da monarquia à república, passando por deferentes regimes (presidencialista, parlamentarista, democrático ou ditatorial); vemos os pobres e miseráveis sendo sufocados por decretos injustos, leis injustas e julgamentos injustos - praticados por governantes, legisladores e julgadores infames. Enfim... A "sala" de Geddel e a "mala" de Loures, embora diferentes em volume, se igualam às contas em paraísos fiscais, sob a perversa corrupção - que enriquece alguns e enlameia a nação inteira.

Nosso Brasil, enquanto regido por ganância e impiedade, não verá dias melhores. Sem pessimismo ou desesperança; ouso dizer que não pode haver mudança para melhor, em uma nação cujo voto e pobreza deixam de ser desafio para servir; e passam a ser fonte de poder arrogante e enriquecimento ilícito. A Bíblia declara que: "Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança." (Salmos 33:12). No entanto; o que se percebe é que a maioria dos governantes e governados vem desprezando o Deus eterno, tripudiando sua justiça e recusando sua Palavra. Enfim... Nesta nação, maldição está em alta. Venha o Teu reino, Senhor!

Este texto faz grave advertência: "Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor! Porque será como a tamargueira no deserto, e não verá quando vem o bem; antes morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável. Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja confiança é o Senhor. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto." (Jeremias 17:5-8). Segundo a Bíblia, devemos confiar mais em Deus, menos no homem.

Que canção maravilhosa! Somos muito edificados por ela:
https://youtu.be/wOzj2OI_KPU

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Ainda bem que creio

A imagem pode conter: grama, texto, atividades ao ar livre e natureza

Senhor! Por que, em certas ocasiões, nos sentimos inseguros... Especialmente, quando precisamos tomar decisões que alteram a nossa rotina e nos afastam de tarefas com as quais  nos sentimos comprometidos? Realmente... Este e um sentimento estranho, quase indecifrável.

Senhor! Por que, algumas vezes, precisamos deixar para trás as pessoas que amamos, partindo em direção a pessoas às quais o Senhor nos envia; sem sabermos como conciliar tal sentimento? Carecemos tanto de tua sábia direção em nossa vida. Ela é sempre certeira.

Senhor! Ainda bem que eu creio, contra a razão e circunstâncias, que tu és o Criador da vida, Rei do universo, Deus de graça e de amor. Sinto paz e segurança em tua presença. Creio na Palavra que transforma. Aleluia! Bem sei como é bom crer e confiar em ti!

Senhor! Salmo lindo este: "Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado. Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará." (Salmos 37:3-5).

Ouça e medite nesta canção! Ela vai te fazer um grande bem:
https://youtu.be/hafOMJiNfgk

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Além da esfera carnal

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Daqui a pouco, sigo para mais uma reunião do Colégio Episcopal da IMW. Enquanto eu me preparo para o dia, fico a pensar... A nossa luta, diferentemente do modo como muitos pensam, vai muito além do território físico. Embora o ambiente carnal seja um dos campos das lutas que travamos; nossa luta não é contra a carne e sangue; porém, contra espíritos e poderes do mal que atuam nos lugares celestiais (Efésios 6.12). O nosso adversário (Satã) reserva seus piores dardos, ao ataque contra o nosso raciocínio; pois nossa mente é nosso mais cruento campo de luta, onde tantos perecem.

É muito comum, vermos cristãos lutando na dimensão da carne - identificando as pessoas como amigas ou inimigas - praticando este infeliz conceito: "Aos amigos, paz; aos inimigos, pau". E assim, em sua luta contra inimigos imaginários - ferindo e sendo feridos; nem percebem que o adversário lhes inflige duros golpes e profundas feridas, confundindo o seu raciocínio e lhes causando dores que vão além da esfera carnal (manias diversas, nocivos sentimentos, angústia, depressão). Enfim... Quando iremos perceber que, nesta guerra, os que nos ferem não passam de vítimas, assim como nós!

Este texto da Bíblia, nos dá a dimensão exata do nosso combate: "Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes." (Efésios 6:11-13). Portanto, isto é o que somos: Guerreiros lutando na dimensão espiritual. 

Algumas vezes, frente às grande provações, esta canção me ajudou:
https://youtu.be/cZHU9lmGF3M

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Um mundo depressivo

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Existem valores que não devemos ignorar... Vida espiritual e vida familiar estão no topo da lista. Nesta madrugada mesmo, ao buscar a face do Senhor; fui despertado a interceder pela família e pelos amigos. Estou convencido, que nunca foi tão necessário buscar o favor do Senhor sobre os nossos queridos, como nestes dias. Enquanto o mundo dá largos passos, rumo a um futuro de dor e agonia; muitos vivem sua vida, como se houvesse escapatória fora da presença de Deus. E, cena ainda pior; é ver o modo como muitos cristãos (alguns antes tão dedicados) se descuidam... É assustador!

Nestes dias, se não sentimos desejo de ter uma atuação maior no reino de Deus; ao menos, deveríamos orar um pouco mais. Que o fim se aproxima, é fácil perceber. Só não vê quem não quer! Tudo gira muito rápido... Ameaças, armamentos, anarquia, angústia, e os males que seguem no bojo desta crise (ditadores se fingindo de democratas, opressores se passando por libertadores); enfim; um mundo depressivo sentado sobre uma bomba-relógio. É hora dos crentes despertarem e fixarem os olhos em Jesus e pensarem no mais no céu; pois a nossa redenção nunca esteve tão próxima!

Este texto desenha o quadro que antecede o fim: "E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:25-28). E nós fazemos parte da geração deste quadro.

Esta canção, independente de quem a canta, é pura profecia escatológica:
https://youtu.be/nsYcRlvHtQU

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 3 de setembro de 2017

Modismos que vão e vêm

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Sabemos que os modismos vão e vêm, desde os primórdios da civilização. Alguns são incorporados às tradições milenares, por seu alto poder de refinar e amadurecer o ser humano. Todavia, a grande maioria dos modismos se dissipa - no mês seguinte, na ano seguinte, na geração seguinte. Geralmente, as mulheres são mais propensas às variações dos modismos, do que os homens. Noto que, entre os homens, certos modismos tem surgido e se incorporado ao seu dia-a-dia (depilação do corpo, variação no corte e no penteado dos cabelos, piercing, uso de brincos). Meu Deus!

Existem modismos que mais atrapalham do que ajudam. A maior parte deles, peca por não ter - nem finalidade nobre, nem sentido prático. Portanto, quando um jovem cristão é tentado ou induzido à adoção de algum modismo, deve levar em conta dois valiosos filtros: A Palavra de Deus e o parecer dos pais e dos sábios. Na Bíblia, Deus nos adverte a ter cuidado, até com as coisas lícitas (1 Cor. 10:23); pois, nem tudo que é lícito nos convém ou edifica. Outro filtro é o parecer dos pais e dos sábios. Enfim... É dever de todo filho honrar os seus pais - se quiser ser abençoado na terra.

Existe o risco de adotarmos, mesmo sem querer, certas práticas demoníacas: "Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. Ou irritaremos o Senhor? Somos nós mais fortes do que ele? Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. Ninguém busque o proveito próprio; antes cada um o que é de outrem." (1 Cor. 10:21-24). Segundo a Bíblia, alguns atos contra o corpo podem ter origem demoníaca.

Em Cristo Jesus, somos novas criaturas e tudo se faz novo!
https://youtu.be/_tOQmTJflYA

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 2 de setembro de 2017

Senso de dependência

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Obrigado, amado Pai; por teres enviado teu filho Jesus para nos salvar e o teu Santo Espírito para nos fortalecer e conduzir neste mundo tão violento e pecaminoso. Meu Deus! O que seria de nós, crentes em Jesus, se não tivéssemos o socorro do teu Espírito? Como é importante nossa prostração e oração em tua presença! Neste mundo, para qualquer direção que nos viremos, é violência e miséria por todos os lados. Pior que Sodoma! Pois lá, os maus agiam na calada da noite; aqui, eles estão em toda parte, agindo de noite e de dia, prontos a matar - até mesmo gestantes, idosos ou crianças.

Tenho consciência que, para poder dar conta de algumas tarefas, preciso da presença e da unção do Espírito Santo. Não é de hoje, sei o quanto sou frágil. Ainda bem que não confio em minha força (que é pequena); e sim, na força d'Aquele que me fortalece. Nem devo confiar nas autoridades (elas estão encasteladas, cuidando de si mesmas). Este senso de dependência de Deus tem dilatado minha mente e coração. E hoje, mais do que nunca, não me sinto seguro em atividade alguma sem que a graça e amor de Deus me motive e sustente. Talvez seja por isto que falo tanto em oração.

Gosto de ler e meditar neste testemunho de Paulo; pois, sempre que o leio, recebo inspiração e motivação: "Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter  abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4:11-13). Percebo que sua abrangência indica o ponto ideal de equilíbrio da verdadeira vida cristã. Louvado seja o nome do  nosso Deus!

A Presença do Espírito Santo! Isto faz toda a diferença:
https://youtu.be/qsfE2k4VRzQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

O Senhor é meu bem maior

A imagem pode conter: texto e natureza

Algumas vezes nossos pensamentos tentam nos lembrar injúrias, ofensas, agressões e injustiças sofridas; e o pior é que os nossos sentimentos procuram nos fazer, a todo custo, cultivar mágoas e ressentimentos face as dores e as aflições impostas - até mesmo  por pessoas que amamos, das quais não esperávamos os golpes sofridos. Não sei o que dizer dos outros. Quanto a mim, eu posso dizer que tenho um remédio que é verdadeiro milagre: Levanto os meus olhos para o Alto! Sei que viver na graça de Deus é o meu bem melhor, pois o Senhor será sempre o meu bem maior. Glória a Deus!

A nossa vida segue seu curso como um rio. Não podemos conter suas águas, mas podemos mudar seu curso; pois seu curso depende de cada um de nós (se por maus ou bons caminhos). Na verdade, mediante o nosso modo de pensar, falar e agir; o nosso rio pode percorrer um caminho de vida ou um caminho de morte. Sei que os estoicistas e os triunfalistas podem até questionar a minha compreensão; porém... Como explicar a tragédia, ou a paz que se segue à escolha feita, por quem vive a chorar ou a sorrir? Sim! Pois, para o bem ou para o mal, colhemos o fruto de nossas escolhas.

A Bíblia apresenta Jesus como aquele que nos ama: "Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor." (Romanos 8:36-39). Ele é o Caminho e o Rio da Vida!

Esta canção, em muitas ocasiões, renovou minhas forças:
https://youtu.be/tNqW8Nyzc-I

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Oração da madrugada

A imagem pode conter: texto

Acredito que a oração da madrugada sempre traz um dia melhor, tornando o mal menor e o bem maior. Tenho ciência que orar de madrugada nos torna melhores crentes. A oração de madrugada tem sido o maior fator de segurança dos irmãos coreanos; frente aos inimigos cruéis que estão em suas fronteiras (quem já esteve na Coreia do Sul entende bem o que digo). Não ignoro que orar a Deus em qualquer tempo, faz bem a qualquer um. Porém, orar de madrugada nos dá o silêncio e privacidade que a vida em oração requer. Todavia... Sou consciente de que o importante mesmo é não deixar de orar.

Para aqueles que pensam que a oração da madrugada não lhes traz alguns benefícios esperados; posso garantir que são muitos os malefícios anulados por este momento de oração. E também posso dizer que as brumas do tempo sempre trazem resposta do alto; ainda que pareçam demorar a chegar. Hoje mesmo, já orei por minha pequena casa (sei o quanto ela carece de intercessão); também orei por diversas pessoas e por diversos assuntos. Ainda que eu não tivesse o hábito de orar de madrugada; jamais seria eu capaz de negar sua importância. Isto, porque sei o seu valor... Então pergunto: Por que não orar?

Davi jamais dispensava a oração da madrugada:

"Armaram uma rede aos meus passos; a minha alma está abatida. Cavaram uma cova diante de mim, porém eles mesmos caíram no meio dela. (Selá.) Preparado está o meu coração, ó Deus, preparado está o meu coração; cantarei, e darei louvores. Desperta, glória minha; despertai, saltério e harpa; eu mesmo despertarei ao romper da alva."
(Salmos 57:6-8)
"Desperta, glória minha; despertai, saltério e harpa; eu mesmo despertarei ao romper da alva."
(Salmos 57:8)
"Eu, porém, Senhor, tenho clamado a ti, e de madrugada te esperará a minha oração."
(Salmos 88:13)

Um grande erro cometem aqueles que a dispensam.

Que bênção! Esta é uma das minhas canções favoritas:
https://youtu.be/HWVuBlxj0Fg

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Descanso verdadeiro

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Sou convencido que a carne, nova ou velha, é sempre fraca (ela se cansa, se enerva, se contamina, se corrompe, sempre busca o pecado); e que o espírito, seja júnior ou sênior, é sempre pronto (se rende, se humilha, sempre busca a Deus). Sou grato a Deus por poder entender esta realidade; por me guardar das obras da carne e por me voltar para as coisas espirituais. Paulo, em Gálatas 5, descreve o currículo da carne, sem deixar nada de fora. E não é necessário ir longe para ver as obras da carne, e os estragos que elas causam - na família, na igreja, nas amizades... E o seu antídoto é a crucificação do velho homem.

Podemos sentir o "cheiro" da carne, até mesmo em certas obras que alguns dizem fazer para Deus (trabalhos feitos para exibição, eventos promovidos para prazer pessoal, evangelismo feito para competição, e até mesmo orações feitas para massagear o ego). Penso que na obra de Deus, o trabalho rende bem mais, quando de fato descansamos no Senhor (Salmo 37.7). Mas eu não me refiro ao descanso baseado em ócio ou diversão; e sim, ao descanso verdadeiro em Cristo Jesus, como fez Maria ao escolher "a boa parte" (Lucas 10.42). Somente nele desfrutamos deste descanso (Mateus 11:28). Glória a Deus!

Sobre obra da carne e fruto do Espírito, este texto diz o tudo o que devemos saber: "Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança." (Gálatas 5:19-22). É ler e discernir.

Como eu gostava de ouvir meu filho Ezequiel cantar esta canção:
https://youtu.be/6XS4iYvU900

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 29 de agosto de 2017

O Deus do impossível

A imagem pode conter: texto

Levantei do lugar de oração, agradecido por saber que meu Deus é o Deus do impossível! Como lidar com os sentimentos que se manifestam em nós, sabendo distinguir e dosar cada um deles, sem saber qual deve ser aceito e qual deve ser recusado? Como lidar com a diversidade de pessoas, tão diferentes entre si; cada uma, com natureza e impressões digitais únicas? Na verdade, precisamos entender e saber lidar com tudo (com a vontade de Deus, com a voz dos sentimentos, com o clamor das pessoas). Portanto, os crentes podem e devem contar com a ajuda do Espírito Santo; pois é Ele quem nos "guiará em toda a verdade" (João 16.13). Louvado seja Deus!

Ao longo de minha vida, tenho percebido que não é tão simples, quanto parece, administrar a razão e as emoções. É tão triste ver crentes (até mesmo pastores conhecedores da Palavra) acharem que tudo aquilo com que concordam é certo e tudo aquilo de que discordam é errado. Será que não se apercebem que podem se enganar em algumas conclusões, plantadas por alguém em seu coração? Daí, a necessidade de observarmos com atenção este texto: "Examinai tudo. Retende o bem." (1 Tessalonicenses 5:21). É triste ver um cristão seguir uma prática ideológica, ou mesmo doutrinária, sem procurar ouvir a voz de Deus. Quantos estragos esta atitude poderia evitar.

Este ensino da Palavra pode nos ajudar muito: "Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel. Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós, ou por algum juízo humano; nem eu tampouco a mim mesmo me julgo. Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor. Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas..." (1 Coríntios 4:1-5). Não julgue nada, sem antes obter uma resposta da Palavra de Deus.

Gosto muito de ouvir esta canção. Ela é para ser ouvida e crida:
https://youtu.be/bvh17zfC7m4

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Meus setenta e dois anos

A imagem pode conter: 3 pessoas

Chegar em casa, entre uma missão e outra, é sempre um prazer renovado. Graças a Deus! Beijar a esposa, abraçar filhos e netos; enfim, desfrutar do bem do Senhor! Todavia, falando em missão; foi tremendo o que sentimos, na IMW do bairro Grande Vitória e na IMW Central de Vitória... Como avaliar o agir de Deus? Como mensurar o carinho daqueles que, com o seu amor demonstrado, nos contagiam de alegria? São muitas as alegrias vividas por um vero cristão; missão e família está no topo delas. Glória a Deus!

Enfim... Cheguei aos setenta e dois anos. No entanto... Sinto uma incomum disposição. Desejo de adorar a Deus; de cumprir o Seu propósito; de servir aqueles a quem Ele me envia. Eu sei que sou frágil (não creio que seja pela idade atingida); mas, tenho certeza que, no força do Seu Espírito, meu espírito se renova; e, com sua renovação, melhora muito as minhas condições físicas. Digo que a alegria do Senhor é minha força. Enfim, transbordante desta alegria, quero servir ao máximo! Assim procuro crer e viver.

Este salmo já inspirou (e inspira) muitas canções: "Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto. Sabei que o Senhor é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto. Entrai pelas portas dele com gratidão, e em seus átrios com louvor; louvai-o, e bendizei o seu nome. Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração." (Salmos 100:1-5). E como me inspira!

Eu adotei esta canção, desde a primeira vez que a ouvi:
https://youtu.be/T2ZEJdVEd6s

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 27 de agosto de 2017

Oração com pronta aceitação

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Sempre vejo como privilégio e responsabilidade, poder estar em casa de amigos e irmãos. Desde ontem hospedado em casa do Pastor Josué & família; hoje posso me curvar em orar, no quarto em que gentilmente me alojaram, após boa noite de repouso. Ao orar, fiz menção do culto ungido que tivemos ontem - no templo wesleyano do bairro Grande Vitória. Uma das coisas boas, que acontecem em um bom momento de oração, é a possibilidade de deixarmos aos pés do Senhor as preocupações comuns (também as incomuns); e sentir nele, paz e segurança quanto ao futuro.

Sobre o recolhimento em oração; tenho aprendido que o roteiro de quem ora precisa estar em sintonia com a vontade de Deus; pois quando nossa oração faz abordagens destoantes com as nossas práticas rotineiras; ela soa como se não fosse algo sério, ou como se não levasse este santo momento a sério. Creio que ser transparente e falar toda a verdade diante de Deus é o melhor modo de se obter sucesso ao orar. A oração do publicano teve pronta aceitação, por ter observado este princípio; mas a do fariseu... ela se perdeu no tempo e no vento, por ignorar esta norma básica.

Este é o texto que registra a história que citei no final, demonstrando o prêmio da oração aceita:

"E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado."
(Lucas 18:9-14)

Nele vemos o publicano exaltado em sua humilhação e o fariseu humilhado em sua exaltação.

Linda canção esta, transpirante de confiança, temor e verdade:
https://youtu.be/XEa2jjT9SyQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 26 de agosto de 2017

Cobertura de graça

A imagem pode conter: texto

Creio que todos os crentes têm sobre si uma cobertura de graça, para darem conta das lutas e dos desafios que não podem evitar. É esta cobertura que lhes proporciona livramentos considerados sobrenaturais. Tenho visto e testemunhado diversos casos, em que só mantemos viva a esperança, por sabermos que o nosso Deus tem sempre a última palavra. É motivo de alegria, ver uma mãe recuperar seu filho perdido; ou um pai conseguir meios de sustento da família; mesmo após ser vítima do desemprego; ou uma esposa ver seu marido voltar ao lar, após deixar a família; atraído que fora, pelos dotes de uma outra mulher - estranha ou conhecida.

Creio no sacerdócio universal dos crentes os quais têm sobre si, um chamado de Deus; para exercer algum tipo de ministério (são inúmeros os serviços que podemos fazer, para Deus e seu povo). Sinto certo desconforto ao notar crentes desocupados na obra de Deus; os quais se contentam em ir ao templo, onde se assentam comodamente - entre a porta e o altar - alheios a tudo e a todos; muitas vezes, sem ao menos dirigir uma palavra ou aceno à quem esteja ao seu lado (isto é mais comum, que muitos pensam). Penso que a arte de sorrir e de cumprimentar pode ser um belo ato de ajuda, para quem sente necessidade do apoio de outro irmão.

Leia e medite na advertência inserida neste texto: "E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver." (Mateus 25:32-36). Pois, no âmbito do chamado, todos somos devedores.

Jamais me canso de ouvir esta canção. Que bem ela me faz!
https://youtu.be/k0fanYKKk7I

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ouvir a voz de Deus

A imagem pode conter: atividades ao ar livre e texto

Madrugada, quase dia amanhecido... E o Senhor tão próximo. Que graça! Que mistério! Enquanto eu oro, me recordo da dura infância que tive, cercada de dor e de revolta. Ainda criança, procurei me armar devidamente, para nivelar a luta entre mim e meus agressores (primeiro adquiri um faca com lâmina de vinte centímetros; depois, uma garrucha de dois canos; finalmente, uma pistola de nove tiros). Então, sufocado por dor e revolta, encontrei Jesus (ou ele me achou). Ele me tirou do caminho da perdição e me trouxe para o caminho da salvação. Foi quando minha vida mudou.

Uma das coisas boas, que ocorrem no lugar de oração, é ouvir a voz de Deus. E ela sempre traz "à memória o que me pode dar esperança" (Lamentações 3.21). Porém, para chegarmos a este nível de revelação, precisamos praticar este imperativo divino: "Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração" (Romanos 12:12). Outra coisa que acontece no lugar de oração; é percebermos que jamais conseguiremos retribuir o investimento que Deus fez em nós, ao nos salvar em Cristo. Ele agiu assim por nos amar! Isto jamais devemos esquecer!

Pense nisto: "Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida." (Romanos 5:6-10). E exalte sempre a Jesus!

Há canções que nos aproximam das promessas de Deus. Esta é uma delas:
https://youtu.be/PjETW2SJ924

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

O que vivo e o que creio

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Se alguém me pergunta se sou pessimista; logo eu respondo: Sou realista. Na verdade, sou um realista inconformado com os estragos produzidos pelos pecados do ser humano; e, ao mesmo tempo, um realista motivado pelas promessas do Deus vivo a quem eu sirvo - único Deus verdadeiro, manifestado em carne através de Jesus, que nos ama com amor incomparável. Então, mesmo convivendo com injustiça e ambição humana, e com danos que isto causa ao planeta (desertificação e pragas); permaneço firme nas promessas do Senhor. Os dias são maus; mas, creio no alvorecer do Novo Dia!

Se alguém me pede para definir minha vida; respondo com este texto da Palavra de Deus: "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim" (Gálatas 2:20). Na verdade, ele resume o que vivo e o que creio. Glória a Deus! Sei que não sou modelo de vida pra ninguém; todavia, ao menos neste requisito, creio não ser inferior aos demais crentes; e penso que eles nada perderiam em professar e praticar os mesmos valores em que eu acredito.

Isto sim é vida: "Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte. Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho." (Filipenses 1:18-21). Vida vivida em Cristo.

Desde a primeira vez que ouvi esta canção, me identifiquei muito com ela:
https://youtu.be/JvnzKOrsP1Y

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Nível superior de santidade

A imagem pode conter: texto

Devemos buscar sempre a Deus; seja de manhã, de tarde, ou de noite. Até porque, o próprio Deus nos exorta à busca-lo; ao dizer: "Buscai-me, e vivei." (Amós 5:4). Ainda há pouco, enquanto eu o buscava, o meu coração se desnudou... E sua unção me encheu e me quebrantou. Nós temos Jesus; todavia, em certas ocasiões nos sentimos sós. Porém quando caminho sobre areia, dois pares de pegadas seriam vistos, se os seus pés não fossem invisíveis! Aleluia! Em meu viver, tenho percebido que quando sinto tristeza; é mais por ausência de Deus; e menos por golpes sofridos. Ouvi dizer que paz não é ausência de aflição; mas sim, presença de Deus.

Ao orar nesta manhã, me lembrei de uma antiga canção entoada por Zilanda - cantora muito popular, nos anos setenta e oitenta. A canção se iniciava com a seguinte frase: "Quando penso que sou feliz..." e inundava, de agradável sensação, a alma da gente. Pois é assim que eu me sinto: Feliz! Mas... sem saber como descrever perfeitamente aquilo que sinto (creio que todo crente que vive em comunhão com Deus, se sente assim). Todo crente que consegue ser feliz - mesmo sem apoio e aplauso humano, ou sendo ferido e humilhado por outras pessoas; é porque vive um nível superior de santidade. Isto sim, é vida de paz! Vida em amor! Vida com Deus!

A carta de Paulo aos filipenses e chamada de epístola do louvor. E as razões são evidentes em todos os seus capítulos: "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus." (Filipenses 4:4-7). Portanto, qualquer crente - por mais fraco que seja - que se disponha a praticar este ensinamento, será feliz com Jesus.

Esta canção, entoada por Zilanda Valentim, é a que fiz menção:
https://youtu.be/UtKVkUqjBtM

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 22 de agosto de 2017

O passar do tempo

A imagem pode conter: texto

Na justa medida em que os dias vão passando e o tempo vai se abreviando; algumas verdades começam a adquirir um peso de grande importância em nosso pensar... Não que, antes, fossem menos relevantes; mas, o tempo também nos ensina a filtrar as ideias. Ou seja: Com o passar do tempo, nós aprendemos a não perder tempo e a não desperdiçar o tempo restante. Na verdade, me causa estranheza a conduta de alguns, que já deviam mostrar sinais de amadurecimento; pois o modo como "tocam" a sua vida (não que sejam errados em tudo aquilo que fazem) parece indicar que pouco ou nada aprenderam com seus erros. Que desperdício!

O que me conforta, em casos crônicos de malversação do tempo, é saber que o nosso Deus está sempre pronto a nos ajudar. Que bênção é saber que sempre haverá esperança para alguém, cuja vida e conduta parece não ter jeito! Pois, em se tratando de vida eterna; o Senhor Jesus estará sempre de braços abertos (perfil que adotou na crucificação) e de mão estendida - à quem deixou o tempo passar e a vida findar, sem valorizar o propósito divino e a graça sempre disponível. Portanto... Assim como há esperança para a árvore caída, que pode voltar a se erguer; creio que há de haver paz para quem clamar por Jesus, ainda que no fim da vida.

Experiência triste e dolorosa, esta sofrida por Jonas: "E eu disse: Lançado estou de diante dos teus olhos; todavia tornarei a ver o teu santo templo. As águas me cercaram até à alma, o abismo me rodeou, e as algas se enrolaram na minha cabeça. Eu desci até aos fundamentos dos montes; a terra me encerrou para sempre com os seus ferrolhos; mas tu fizeste subir a minha vida da perdição, ó Senhor meu Deus. Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo." (Jonas 2:4-7). Porém, à beira da morte; ele se lembrou do Senhor e clamou por socorro; e Deus lhe socorreu.

Que canção maravilhosa, esta de Jota Neto! Vale a pena ouvir:
https://youtu.be/lAwEmosEDbE

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Devo me inclinar e orar

A imagem pode conter: texto

A primeira vez que li este testemunho do salmista - "Em recompensa do meu amor são meus adversários; mas eu faço oração" (Salmo 109:4) - eu pensei: Eu também devo agir sempre assim. Ou seja: Embora a tendência humana seja revidar o mal com mal; sempre que alguém retribuir o meu bem com mal, ao invés de me queixar ou murmurar, devo me inclinar e orar. Pois, somente agindo deste modo, serei capaz de perdoar quem me fere e injuria. Muitas vezes, vemos pessoas trocando farpas e acusações por tanto tempo. Eu creio que se tivesse havido oração e perdão logo no primeiro ataque, esta contenda logo teria tido final feliz; pois oração facilita o perdão.

Agora, falando de coisas lindas... Aleluia! Ontem recebemos duas grandes bênçãos: Uma delas, foi o agir de Deus no culto da IMW de Baependi. Algo tremendo! A outra, foi o nascimento de Arthur - o filho da promessa que o casal, Pastor Mauricio & Silvana desejavam a tanto tempo. Eles achavam que o parto seria dentro de alguns dias; todavia, Arthur os surpreendeu ao decidir chegar mais cedo. Glória a Deus! Após o culto; fomos jantar na casa dos irmãos, Edson & Tininha (ela é irmã do Pr Celso Serva Marques e das missionárias Mila e Picida), quase ao lado da igreja, onde saboreamos iguarias feitas por Débora (filha do casal). Louvamos a Deus por tudo!

Este salmo mexe com a emoção de todo aquele que o lê ou relê; pois o seu foco é celebração da vida: "Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto. Sabei que o Senhor é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto. Entrai pelas portas dele com gratidão, e em seus átrios com louvor; louvai-o, e bendizei o seu nome. Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração." (Salmos 100:1-5). Sou profundamente agradecido ao Senhor Jesus, por hoje poder fazer coro com o salmista e exaltar a Deus em sua casa.

Esta canção foi composta com base neste lindo salmo 100:
https://youtu.be/jtC8rLAoYOE

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 20 de agosto de 2017

Bom é louvar ao Senhor

A imagem pode conter: texto

Ontem, Maria Célia e eu tivemos o prazer de almoçar e descansar em casa do Pr Gilberto Leite & Rosana, em Itamonte; onde abraçamos o Pr Jair Sena & Euseana. E, pela a noite, com o Pr Mauricio Silva & Silvana Dias, participamos do culto promovido pelo "Desperta Débora" da IMW de Baependi (ambas as cidades, do circuito das águas, no sul de Minas). Maria Célia foi a pregadora oficial neste evento, onde Deus manifestou sua graça e poder. E após uma noite de repouso; daqui a pouco, estarei pregando no culto matutino, no templo wesleyano daqui. Bom é louvar ao Senhor, com Seu povo e em Sua casa! Glória a Deus!

Enquanto acerto alguns detalhes, para este dia que amanhece promissor; fico a pensar no cuidado de Deus para com todos nós - crentes e descrentes. Sol e chuva são dádivas Suas para todos; assim como os alimentos (se alguns têm falta e outros não; o mal não está no modo como Deus dá; e sim, no modo como o homem distribui). Infelizmente, ganância e ambição desmedida de muitos faz com que mesa de uma sofrida maioria seja prejudicada. E isto vem sucedendo, desde que o homem deixou o caminho de Deus. Porém, em nossos dias este mal se agrava; pois muitos, famintos por poder e riqueza, enlouquecem e se enlameiam na corrupção.

Que ensinamento maravilhoso este: "Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?" (Mateus 5:42-46). Deus nos dá tudo que nós precisamos

Já ouvi e cantei esta linda canção, vezes sem conta:
https://youtu.be/FoFbr6wYSrM

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 19 de agosto de 2017

Nível ideal de adoração

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Vai longe o tempo, que passei a crer que a madrugada é um dos melhores (senão o melhor) momentos para a oração. Sei que orar em qualquer tempo é sempre oportuno; todavia, antes do dia raiar, estender a vida diante do Pai é santo remédio para combater os males - do corpo e da alma. Quando eu me sinto tão fraco, que minha esperança se retrai e minha fé se arrepia; logo tomo as medidas que a situação exige: Fortaleço a minha fé com as promessas de Deus e alimento minha esperança com as lembranças dos feitos do Senhor. Então, bem preparado, me levanto novinho em folha!

Nesta manhã, enquanto eu orava, me dei conta que não sei qual o nível ideal de adoração; todavia, entendi que adoração é a fonte da minha alegria e a base do meu dever, pois para isto Deus me criou. Sei que a vida não é fácil pra ninguém; e que nós devemos lutar para alcançar nossos melhores sonhos e objetivos. Mas esta luta não nos pode trazer sucesso com paz se a mão de Deus não estiver sobre nós (e ela só estará conosco, se a sua vontade for o norte que nos guia). Sei que sou feliz em Jesus, mesmo quando sofro e choro. Obrigado Senhor, por poder viver e pensar assim!

Ao longo de minha vida, tenho aprendido e experimentado, que quando buscamos a Deus podemos dizer como o apóstolo Paulo: "Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4:11-13). Sou convencido que o crente que ora, pode lidar melhor com as lutas, e cantar e adorar em meio às provações.

Já louvei (e ainda louvo) a Deus, muitas vezes, com esta canção:
https://youtu.be/HWVuBlxj0Fg

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Vale de dor e lágrimas

A imagem pode conter: texto

Sei que nosso mundo é uma espécie de vale de dor e lágrimas... Mas isto, à muito tempo, já deixou de me incomodar. Quando em provação, recorro às Escrituras, minha linha de defesa; pois nela eu encontro promessas motivadoras. Em João 16.31 (quando em meio às aflições) tenho incentivo à motivação. Sou fortalecido ao ouvir Paulo "Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus" (Atos 14:22). E me edifico por saber que "a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente" (2 Coríntios 4:17). Que bênção bendita!

Só Deus sabe o meu lamento... Ao ver crentes, até fervorosos, se entregarem ao desânimo; pelo fato de, nesta vida, sofrerem dores e aflições. E o agravante, em um quadro assim, é a alma humana começar se queixar de tudo e de todos. E assim, em sua procura pelos culpados por seu sofrimento, passam a derramar seu cálice de amargura sobre o seu próximo, ferindo seus familiares e seus amigos mais chegados. Infelizmente, vemos este tipo de situação afetar até a igreja (pastores magoados com o seu rebanho, irmãos em desunião e amizade rompida, e divisão na igreja). Creio que a graça de Deus, com louvor e perdão podem curar este mal.

Este texto bíblico já me ajudou muitas vezes, me ensinando a perdoar quem me fere: "Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos" (Colossenses 3:12-15). A Palavra liberta e renova aqueles que a ela se apegam.

Sempre que ouço esta canção, sinto a força da esperança:
https://youtu.be/_gIjmQgCtD0

Cordialmente;
Bispo Calegari