quarta-feira, 26 de julho de 2017

Avivamento encenado

A imagem pode conter: texto

É sempre bom sentir o agir e o falar de Deus em nosso meio. Porém, penso ser possível tirar de cena o Espírito Santo, mesmo sem ter esta intenção. Jamais deveríamos fazer isto; pois a presença do Senhor faz toda a diferença (só não vê quem não quer). Todavia, face ao que hoje em dia se vê, não sei se sua presença é menos preocupante que sua ausência (Ananias e safira entenderiam o que quero dizer). Este assunto tem tomado meu pensar... Sempre fico a me perguntar: Por onde andará o avivamento espiritual (não estou me referindo ao avivamento encenado; mas ao avivamento real, transformador, com os seus desdobramentos e consequências). Só o Senhor sabe!

Ao refletir sobre isto, ouvi o Espírito Santo ventilar ao meu espírito, que avivamentos passados não alimentam carências futuras. E mais ouvi: Que os avivamentos não resistem aos desvios de conduta e de finalidade. Então entendi porque, em Israel, avivamentos eram interrompidos por tais desvios (nos dias de Samuel, de Davi, de Elias, de Uzias). E constatei algo lamentável: É quando tentam suprir a falta de avivamento real, com avivamento encenado. Enfim... Quando é que certas encenações e imitações (de muito mau gosto) da glória de Deus, poderão encobrir a ausência do Homem de vestes brancas, de coroa perfurante e com as mãos perfuradas? Nunca mesmo!

Que grande sofrimento experimentou o salmista Davi - ao se dar conta da ausência de Deus em sua vida, devido à gravidade seu pecado: "Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário. Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão." (Salmos 51:9-13). Que tamanha dor deve sentir o crente que já viveu no Santo dos santos, ao perceber que está no pátio externo?

Para quem conhece a Deus, não há dor maior que de sua ausência:
https://youtu.be/hUrNUnPtpZ8

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Senhor, quisera eu

A imagem pode conter: texto

Senhor... Quisera eu ter vivido mais tempo, entre o pórtico e o altar. Então, eu teria sido mais compenetrado e comprometido com o propósito do Senhor para com a minha existência. Perdão, Senhor!

Senhor... Quisera eu ter sido bem mais atento ao que tu falas. Então, teria sido bem mais consagrado e santificado; ainda que nunca chegasse ao nível que a tua santidade de nós sempre espera. Perdão, Senhor!

Senhor... Quisera eu ter sido mais sensível e objetivo em minha missão. Então, teria sido melhor naquilo que vivo e faço para ti; mesmo sabendo eu que nunca poderia ser perfeito aos teus olhos. Perdão, Senhor!

Senhor... Quisera eu ter sido um homem segundo o teu coração. Então, teria vivido melhor e mais empenhado em meu ministério; ainda que jamais pudesse fazer com a devida perfeição. Perdão, Senhor!

Senhor... Quisera eu ter sido tudo isto e muito mais. Então, teria alcançado satisfação completa em minha própria existência. Porém... Isto em nada me incomoda. Tenho a tua graça a meu favor. Amém, Senhor!

Eu quero viver este testemunho:

"Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus."
(Atos 20:24)

Ajuda-me Senhor, a ser melhor!

Hummm... Esta canção diz tudo que não consigo dizer:
https://youtu.be/kbk0-6Hy43o

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 23 de julho de 2017

Só Jesus pode dar paz

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto e natureza

Em minha vida, por diversas vezes, fiquei a pensar em minha infância, adolescência e juventude... Os sonhos de criança (ser um torneiro mecânico, aprender a dirigir); sonhos de adolescente (encontrar a garota dos meus sonhos, vencer os meus inimigos); enfim, uma vida carregada de sonhos (uns se cumpriram, outros não). Então... Surgiu o inesperado, não imaginado: Achei Jesus, o meu Salvador (ou ele me achou). Em meu coração, foi amor à primeira vista! E aí, meus sonhos mudaram de rumo e conteúdo... 18 anos de vida e um caminho venturoso pela frente. Glória a Deus!

Ainda me lembro da primeira vida que levei a Cristo (logo depois de minha conversão): Meu tio conhecido como Docinho - um dos ébrios, do lugar em que vivi. Foi logo após eu ter ingressado no Exército Brasileiro. Ele ficou muitos dias de cama; com um mal que o definhava (penso ter sido cirrose) do qual veio a morrer, semanas depois. Eu ia semanalmente fazer a sua barba e lhe falava de Jesus. No último dia em que o vi com vida, ele me disse: "você não precisará vir mais. Jesus disse que vem me buscar". No dia seguinte faleceu. Dias depois, eu vi Jesus me olhando e sorrindo!

Só Jesus pode dar paz e alegria: "A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vô-la tirará. E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vô-lo há de dar." (João 16:20-23). Bendita alegria e paz, que só temos em Cristo!

Que canção linda esta! "Gloriosa paz". Como faz bem, ouvir e cantar:
https://youtu.be/3uC88tZe6P8

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 22 de julho de 2017

Segundo teu querer

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Senhor! Tu és o meu Deus! Teu servo Davi declarou que tu nos sondas e nos conheces; sem que um só detalhe de nossa vida, seja desconhecido aos teus olhos. Vem Senhor, guiar os meus passos, livrar a minha alma, e sustentar as minhas forças; pois sou teu servo, à ti eu sirvo, e de ti dependo. Em tempo favorável, aprendi que a verdadeira vida é aquela que vivemos segundo teu querer; e que a vida, quando longe de ti, não tem rumo nem futuro. Obrigado Senhor, pela paz que concedes aos que são de Jesus.

Deus meu! Senhor da vida! Sei que tu conheces o que nós somos e até o que fingimos ser; pois diante de ti estão os segredos mais bem guardados. Sei que somente em tua Palavra tenho perfeito ensino; que em tua unção tenho vero suporte; e que em tua graça tenho plena salvação. Tua Palavra diz que tu dás forças aos que se sentem sem vigor; que renovas as forças daqueles que esperam em ti; e que manténs firme aliança com os que permanecem em ti. Obrigado Senhor, pelo amor que dás ao coração do servo fiel!

Este salmo revela a onisciência de Deus e que nada pode ser encoberto aos seus olhos: "SENHOR, tu me sondaste, e me conheces. Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos. Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces." (Salmos 139:1-4). Portanto, todo cristão precisa saber que as suas escolhas e intenções não podem ser ocultas de Deus. 

Esta canção, inspirada no salmo 139, é refrigério para a alma:
https://youtu.be/f44CK2Fu4-w

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Todo cristão precisa

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Todo cristão precisa priorizar aquilo que é essencial: O reino de Deus. Hoje mesmo, fiquei a pensar na importância da concessão do livre arbítrio aos homens; Sei que muitos o usam para fugir de Deus; mas muitos o usam para buscar a Deus (estou entre estes últimos). À semelhança do filho pródigo - eu me levantei da ruína, segurei na mão de Jesus e sigo em direção ao Pai. E agora, movido pelo temor de Deus, guardado pela fé em suas promessas e alimentado pelo amor de Jesus - vou seguindo estrada afora, sempre firme no caminho da Vida. Glória a Deus!

Todo cristão precisa vigiar enquanto caminha; pois o adversário é especialista em fazer desviar do rumo. E esta é a razão de vermos tantos crentes desviados, vivendo uma vida de risco; sem se dar conta que, ao deixar a Fonte da Vida, enveredou por um mau caminho; não percebendo o fim trágico que este rumo reserva aos que andam por ele. Os instrumentos de desvio são inúmeros; e, dentre eles, destaco estes: A incredulidade (que desviou Eva); a cobiça (que desviou Judas); a arrogância (que desviou Saul) e a amargura (que desviou Jonas). Louvado seja Jesus!

Este texto dissipa qualquer dúvida, quanto à possibilidade de um crente retroceder: "Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim." (Hebreus 3:12-14). Portanto, devemos estar atentos e vigilantes, sempre firmados no Senhor Jesus. Amém Senhor!

Esta canção foi composta pelo Pastor Nelson Monteiro da Mota, Início dos anos setenta:
https://youtu.be/GporkFU0Ot0

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 20 de julho de 2017

A melhor oração é amar

A imagem pode conter: fogo e texto

Eu me lembro de uma canção, por mim cantada inúmeras vezes; que, em sua primeira estrofe, dizia: "A melhor oração é amar... Se não sabes amar, tu precisas orar... A melhor oração é amar. Creio ser verdadeira a mensagem desta canção; pois o amor é a força motriz, dos sentimentos mais puros, das ações mais bondosas, e dos mais nobres empreendimentos. Afinal, como poderia a igreja, a família, a própria natureza sobreviver sem amor? Na verdade, a falta de amor tem feito sucumbir os mais valiosos projetos. Pois o amor é a única base capaz de tudo suportar (1 Coríntios 13.7). E a Bíblia declara que o amor de muitos esfriará (Mateus 24.12).

Ao longo de minha vida; tenho notado que, quando falta o amor, sobram os motivos para as rupturas e separações - na família, na igreja, nas comunidades em geral. E isto porque o amor é a única força que nos ajuda e capacita - a entender, a perdoar, a conviver. Portanto, na medida em que o amor diminui; as crises (mesmo as de curta duração) se transformam em barreiras intransponíveis, que não conseguimos superar. E daí, à fragmentação de uma igreja, e à dissolução de uma boa família, é uma mera questão de tempo. Todavia, quando o amor de Deus completa nossas reservas de amor; os sentimentos feridos são tratados e os laços de afeto fortalecidos.

É um consenso cristão, que o amor é o dom supremo: "O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado." (1 Coríntios 13:4-10). Só o amor constrói.

Esta canção é uma das que melhor descrevem o amor:
https://youtu.be/BEylFXs_OZ8

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Hoje Deus falou comigo


Hoje Deus falou comigo... Sobre um assunto profundo demais ao meu entendimento, envolto em profundo mistério. Todavia, como eu afirmei... Deus falou comigo. Não tenho como dizer algo sobre o que me foi dito (talvez eu escreva, se Deus permitir). O que eu posso adiantar é que tem tudo a ver com milagre. Chorei bastante! Afinal; como não chorar e como evitar lágrimas, ante o Todo Poderoso? Se o milagre resulta da relação de causa e efeito, entre Deus e seu agir. Louvado seja o Deus santo e eterno!

Quem somos nós? Esta pergunta ressoa através dos séculos. E homem algum - por seus próprios meios - é capaz de responde-la com exatidão. A Bíblia declara que fomos criados para a glória de Deus. Portanto; somente em Deus conseguiremos alcançar a plena satisfação e realização. Todavia, isto só pode obtido, através de Jesus - nosso Salvador, advogado, e único mediador entre Deus e os homens. A Bíblia declara que "O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu." (João 3:27); e isto é graça!

Isto está escrito na Bíblia! E quem assim nos falou, foi o próprio Jesus: "E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:3-6). Assim nos falou Jesus! E é assim que nós cremos!

Por favor! Ouça e reflita sobre o conteúdo desta linda canção:
https://youtu.be/rQ2JZByyBPU

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 18 de julho de 2017

Madrugada em Cataguases

A imagem pode conter: texto

Que bela madrugada em Cataguases... E nós aqui (Maria Célia e eu) hospedados na casa do Pastor Fabiano, após o culto de ontem a noite na Primeira IMW de Cataguases. Prostrado e rendido aos pés do Senhor; rendo graças por tudo que tem feito comigo e com minha pequena casa. Como é bom estar aos seus pés! Nem mesmo a sinfonia madrugadora dos cães e dos galos da vizinhança, me impediu de ouvir sua voz, nas profundezas do ser. E sendo eu tão imperfeito; ainda sou capaz de falar com o Deus eterno... E de ouvir o som do céu, em meio aos ruídos da terra.

Depois do café, seguimos em direção à Petrópolis (como sempre, de volta à casa); onde nos esperavam afazeres inadiáveis. Em minhas viagens; uma das alegrias que tenho é a de retornar à casa, abraçar nossos filhos, noras, genro e netos. Em nosso "vai e vem" rotineiro, que prazer esta experiência traz! Louvo a Deus, pela vida de Maria Célia - esposa ajudadora e amiga tão leal - presente do Senhor a um servo imerecedor de tanta graça. Realmente... Ainda que eu andasse toda a vida de joelhos; jamais conseguiria retribuir o amor e cuidado do Deus eterno para comigo.

Este é um daqueles textos bíblicos, que trago na lembrança: "Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos. Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo." (Romanos 14:7-10). Amém Senhor!

Canção maravilhosa esta! E poder ouvi-la faz um bem enorme:
https://youtu.be/5dB07Ih7Fi8

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Um alerta à todos nós

A imagem pode conter: texto

Ontem, Maria Célia e eu viajamos em direção à Cataguases - bela e tradicional cidade da zona da mata mineira; e a noite, convidados pelo SD Pastor Fabiano, pregamos na IMW Central de Cataguases. Enquanto cuidávamos dos preparativos finais... Fiquei a pensar no que o Senhor fez sábado - por ocasião da reunião de pastores, presbíteros e suas respectivas esposas, do Distrito de Caxias. Segundo senti, não foi algo somente prazeroso (no vago sentido da expressão); foi impactante! Louvado seja o nosso Deus!

Em minha observações; tenho chegado à conclusão, que o maior impedimento ao agir de Deus - em uma vida, família ou igreja; é o fato de nós, cristãos, ficarmos insistindo em fazer aquele trabalho que só o Espírito Santo pode fazer. A Palavra diz que é o Espírito de Deus que convence do pecado (João 16.8); e também diz, que é Espírito quem nos guia na verdade (João 16.13). O que o homem deve fazer, Deus não faz. Todavia, se Deus quer fazer algo; homem algum terá paz, se tentar interferir ou substituí-lo na tarefa.

Este fato é um alerta à todos nós: "E deu, naquele mesmo dia, um sinal, dizendo: Este é o sinal de que o Senhor falou: Eis que o altar se fenderá, e a cinza, que nele está, se derramará. Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei a palavra do homem de Deus, que clamara contra o altar de Betel, Jeroboão estendeu a sua mão de sobre o altar, dizendo: Pegai-o! Mas a sua mão, que estendera contra ele, se secou, e não podia tornar a trazê-la a si." (1 Reis 13:3-6). Enfim... Ai daquele que tentar se interpor entre Deus e o seu agir!

Não me canso de ouvir (ou de cantar) esta linda canção:
https://youtu.be/JPqitveFAGo

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 16 de julho de 2017

Uma bela história

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Algumas vezes, preciso orar bem mais cedo que de costume. Hoje foi um desses abençoados dias (pois preciso ministrar hoje de manhã, ao presbitério distrital de Caxias, a convite do querido Pastor Mendelson Francione Villaça). Ontem a noite, tive a honra de participar do culto de ação de graças, de minha primeira neta Isabela, pela formação em Direito de sua turma. Entre as canções entoadas; cantamos "Você mudou a minha história..." Que prazer senti! Naquele instante, pensei: é melhor sermos protagonistas, na história que Deus escreveu, do que ficarmos a rabiscar nossa própria história; pois esta tentativa raramente tem um final feliz.

Ainda no lugar de oração; agradeci ao Senhor, o modo como ele compõe os capítulos de minha história de vida (são tantos, que nem consigo lembrar; faltam alguns, mas nem imagino seu curso). Agradeci ao Pai, por ser amado por seus amados; e pela honra que recebo, daqueles a quem ele tem honrado. Agradeci ao Senhor, por me unir ao seu propósito; e por estender minha vida, além do ponto que sempre pensei chegar. Obrigado, Jesus, por me teres honrado com uma bela história - que não sei como ou quando vai terminar; mas que já valeu à pena, por tudo aquilo que, até aqui, já tenho vivido. E quanto ao tempo que ainda falta... Há de ser maravilhoso!

Este testemunho do apóstolo Paulo sempre me impressionou - até ao ponto de me fazer desejar imitá-lo (como ele mesmo recomenda: "E agora, eis que, ligado eu pelo espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que lá me há de acontecer, Senão o que o Espírito Santo de cidade em cidade me revela, dizendo que me esperam prisões e tribulações. Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus." (Atos 20:22-24). Penso ser este o melhor projeto de vida que um verdadeiro cristão pode adotar.

Esta foi a bela canção que cantamos no culto de gratidão:
https://youtu.be/QTA-UWgpRwk

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 15 de julho de 2017

Socorrer é nosso dever

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Sempre que olho para alguém, fico a pensar... O que esta pessoa traz dentro de si? que sentimentos predominam em seu coração? Quais os pensamentos mais influentes em sua vida? Enfim... Não há como não nos preocuparmos com aqueles que nos rodeiam. É como se cada pessoa a nossa volta também fizesse parte de nós. Na verdade, nós e o nosso próximo, temos bem mais obrigações mútuas, do que aquelas que admitimos. Verdade é que todos nós somos como aquele "samaritano que ia de viagem" (Lucas 10:33) que encontrou alguém caído à espera de ajuda. Ou seja: Sempre haverá alguém em nosso caminho, a quem deveremos prestar socorro.

Sempre tive consciência, de que minha principal missão é cuidar dos meus (minha família, meus irmãos em Cristo, meus vizinhos). Isto não significa que devo fazer "qualquer coisa" por aqueles à quem devo ajudar; pois há limites que precisam ser respeitados (não devo contrair dívidas, ou cometer pecado, sob alegação de querer ajudar alguém). Mas, existem modos corretos de ajudar o aflito, sem incorrer em transgressão. O problema é que - quando deparamos com alguém em situação aflitiva; o nosso primeiro pensamento é: "se ele está passando por isso é porque fez por merecer". Isto até pode ser verdade; mas não é justificativa que abone nossa omissão.

Há muitas vítimas do grande malfeitor, que é o próprio diabo:

"E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira."
(Lucas 10:30-37)

Jamais devemos passar de largo, pois socorrer é nosso dever.

Canção dos anos 80... Que muito me edificou em minha missão:
https://youtu.be/XIPZ15ovDuM

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Deus me fez perceber

A imagem pode conter: texto, atividades ao ar livre e natureza

Madrugada fria... E eu no lugar de oração, lugar de calor. Ao orar, veio ao meu espírito que "O Senhor conhece os que são seus" (2 Timóteo 2:19). Portanto, são de Deus - não os que se declaram como tais - mas, os que o Senhor reconhece como seus. E esta palavra me confortou. Então, senti o meu coração transbordar de graça, paz, e gratidão! Graça, por saber o que hoje sou. Paz, por saber que sou justificado. Gratidão, por saber o que Deus fez por mim! E agradeci a Deus por ser seu filho e seu servo; e por ter sua Palavra norteando minha vida. Enfim; por tudo que sou, por tudo que tenho!

Em meu coração, agradeci ao Senhor por meus ganhos e perdas; por minhas vitórias e fracassos... Pois Deus me fez perceber, que o real valor não está no começo ou transcurso; mas sim, no modo como chegamos ao fim (quantos, nesta vida, começaram tão bem e terminaram tão mal). Portanto... Não devo rememorar o meu passado, como se fosse condicionante do meu futuro; mas seguir no Caminho da Vida (que tem o nome "Jesus") deixando para trás os fracassos e frustrações; sem jamais voltar ao ponto de onde Deus me tirou - ao me acolher em Cristo Jesus, meu Salvador e Senhor.

Leia esta passagem bíblica e procure meditar nela: "Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade. Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra." (2 Timóteo 2:19-21). Nela, vemos que viver e andar com Deus, na verdade, é andar em santidade!

Deus não desiste de nós; porém, sabe quando desistimos dele:
https://youtu.be/VlYGLwGbX68

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Minha dívida de amor

A imagem pode conter: texto

Sempre que penso no Senhor, minha alma suspira e meu espírito sente profunda gratidão. Nesta manhã mesmo, olho ao meu redor e só vejo cuidado de Deus. Aleluia! Me vejo cercado de bençãos temporais (pão que como, água que bebo, ar que respiro, família que tenho... A lista é longa) e de bênçãos eternas (Deus presente, morada celeste, céu de luz... E o inimaginável). Sei que vivo um tempo de provação; porém, nada que se comparece com a glória que se há de manifestar (Romanos 8.18). Então, perseverante e confiante, devo seguir sempre em frente, crendo no cuidado do Senhor.

Infelizmente, muitos trocam os valores sagrados (os temporais e os eternos) por aquilo que não traz proveito algum (sei de muitos que vivem assim). Cada vez que vejo um crente cair e se desviar por sua negligência, ou um incrédulo afundar em seus vícios; fico a pensar: "Isto poderia ter acontecido comigo". Sim... Por que não? Se todos somos feitos da mesma matéria. Então, elevo os meus olhos ao céu, de onde vem o meu socorro, e reflito sobre a vida. E assim, me auto exorto: "Calegari; nunca se esqueça que você não é credor; mas sim, devedor. Seja grato sempre"! Obrigado, meu Deus!

Este testemunho de Paulo, sempre pautou meu ministério: "Eu sou devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes. E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma. Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé." (Romanos 1:14-17). Minha dívida de amor nunca será plenamente quitada.

Esta canção estimula a fé, gratidão e a fidelidade ao Senhor:
https://youtu.be/J39eM8ydDcE

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Se eu falar com Deus

A imagem pode conter: texto

Hoje de manhã, ao me curvar perante o Deus da minha salvação; veio ao meu espírito esta antiga canção: "Se eu falar com Deus, as coisas mudarão, orando (repete três vezes). Todos os meus problemas, meu Deus resolverá... Orando." Cantei tantas vezes esta canção e provei tantas vezes a eficácia de sua mensagem. Precisamos aprender e cultivar o hábito de orar diariamente, pois nossa segurança e paz depende do tempo dedicado à oração. Na verdade, a segurança e paz de nossa própria família, depende do tempo que dedicamos à oração. Enfim... Orar convém e faz bem!

Ao orar nesta manha; dentre as muitas pessoas e situações que apresentei ao Senhor, também pedi a Ele que me ensine e me ajude a guardar meus passos - ao entrar na casa dos homens, na casa de Deus, e em minha própria casa. É que somos tão propensos à juízo crítico errado, palavras impróprias, e atitudes infelizes; que precisamos recorrer à ajuda dele para, em certos momentos da vida, sabermos o que fazer. Sou testemunha do agir de Deus, em problemas que não tinham solução humana. Nosso Deus é gracioso, tanto em Seu falar como em Seu agir. Portanto, devemos orar sempre!

Orar sempre! Este deve ser o nosso dever:

"E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer, Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem. Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário. E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito. E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz. E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?"
(Lucas 18:1-7)

Estar com o Senhor deve ser nosso prazer.

Glória a Deus! É assim que vivo, crendo no poder da oração:
https://youtu.be/aXNAAP-OwhQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 11 de julho de 2017

Nossos 47 anos de casados

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Nosso casamento faz hoje aniversário: 47 anos! Guardo vivo em minha memória o dia em que vi Maria Célia pela primeira vez - na bancada dos jovens, da IMW Nilópolis, em sua EBD em 21/12/1969. Eu sempre digo que um dos melhores lugares, para um jovem conhecer o seu par, é a Escola Dominical de uma boa igreja evangélica. Posso assegurar que foi amor à primeira vista! Noivamos em 10/01/1970; e após curto noivado, casamos em 11 de julho desse mesmo ano. Digo que o nosso casamento foi um dos meus melhores dias, em todos os meus 72 anos de existência! E eu sempre hei de louvar ao Senhor por este dia! Glória a Deus!

Ao longo dos nossos 47 anos de casados, não há um só dia que meu coração não a procure! Juntos, convergimos, divergimos... E nos amamos sempre. Juntos, idealizamos e cristalizamos nossos mais belos sonhos. Juntos, procuramos conhecer o propósito de Deus para nossa vida - sempre dispostos a obedecer o chamado que nos fez. Juntos, choramos e sorrimos vezes sem conta. Toda vez que o mal nos assediou, nos achou abraçados... Unidos em amor. Logo nos primeiros anos nossos filhos foram chegando, um a um e compondo e adornando a nossa pequena casa. Que mais posso eu querer? Se tenho Jesus, tenho Maria Célia, tenho tudo!

Este texto sempre modelou o meu caráter e a minha vocação: "Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. abstende-vos de toda a aparência do mal. E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo." (1 Tessalonicenses 5:16-23). Desde que me converti a Cristo, passei a crer na eficácia da Palavra de Deus em minha restauração e formação.

Esta canção, é um excelente tonificante para a vida conjugal:
https://youtu.be/9TBMnW4Vtiw

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Até quando isso Brasil

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

O Brasil está em estado de guerra. Guerra civil não declarada por comandos criminosos aquartelados nas comunidades carentes e nos presídios deste país, exibindo e utilizando armas de fogo em forma de metralhadoras e fuzis de grosso calibre. Guerra civil não reconhecida pelas organizações criminosas encasteladas nos parlamentos e nos governos da nação, com suas armas de guerra em forma de canetas; todavia, tão mortais quanto as primeiras. E tudo isto ocorrendo em um Brasil que se apequena, cada dia que passa; enquanto suas Forças Armadas se mantém em silêncio, recolhidas em seus quartéis - sem ser exigidas ou ter como agir.

Este Brasil, em estado de guerra não assumida; tem na linha de tiro, entre mocinhos e bandidos, uma população indefesa... Cujos bens (casas e automóveis) são tomados pelos comandos do crime, mesmo em plena luz do dia; e cujos proventos são taxados pelos famigerados órgãos estatais, com impostos cada vez mais pesados. E, nesta guerra não formalizada, pelos que trocam tiros e ameaças entre si, a maior vítima é o cidadão comum, entregue à própria sorte, perseguido nas ruas, praças, vielas... E, até dentro de suas próprias casas - outrora seu castelo, hoje sua prisão. Eles são mortos, às centenas, todos os dias. Até quando isso, meu Brasil?

Esta palavra bíblica tem tudo a ver com nossa pobre/rica nação, roubada e envergonhada por aqueles que deveriam ser os seus maiores exemplos - de ética, probidade e eficiência: "Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão. Para desviarem os pobres do seu direito, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo; para despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! Mas que fareis vós no dia da visitação, e na desolação, que há de vir de longe? A quem recorrereis para obter socorro, e onde deixareis a vossa glória," (Isaías 10:1-3). Enfim... Estamos indefesos, com nossas almas sobressaltadas. Só Deus!

Por favor, ouça esta canção e se console com sua mensagem:
https://youtu.be/kkaKARw3D_M

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 9 de julho de 2017

Como somos enganados

A imagem pode conter: texto

Em madrugada favorável, me dirigi ao lugar de oração... Tanto a pedir, tanto a ouvir, tanto a agradecer. Em oração, fui advertido quanto à corrupção no mundo - mal que cresce, desde os antigos tempos; e que, em nossos dias, assumiu dimensão assustadora. Ainda que, nos grandes deste mundo, a corrupção cause maiores estragos e inúmeras vítimas; ela acaba contagiando também os pequenos deste mundo quando "fecham" os olhos ao suborno e ao "jeitinho" de muitos; até ao ponto de aceitarem como normal e natural, certas condutas tão distantes da honra e bons costumes. Como somos enganados!

No alvorecer da criação, Deus entregou ao homem o trabalho de cuidar do jardim e dar nome aos animais. Mas... o que hoje nós vemos é o homem queimando as florestas, poluindo as águas, e extinguindo diversas espécies de animais. Já nos antigos tempos "viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente." (Gênesis 6:5). Ainda bem que Jesus "veio buscar e salvar o que se havia perdido." (Lucas 19.10). E foi por amor, que Deus enviou o seu Filho Jesus, para nos livrar do mal!

Veja neste texto, como Deus nos ama: "Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus." (Efésios 2:4-8). Por nos amar, enviou Jesus para nos salvar!

Esta canção, entoada por Cassiane, resume o que temos em Cristo:
https://youtu.be/idBt_QXmNH8

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 8 de julho de 2017

Amor, perdão, graça e unção

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Sempre que sinto tendência ao abatimento e vontade de desistir, logo tomo minhas contra-medidas; pois sei que estes sentimentos não procedem do Espírito de Deus. Então me volto às promessas do Pai... Que são inúmeras. Glória a Deus! E uma das primeiras lembranças que me sobrevém é a de que carrego comigo tesouro inigualável, composto de quatro elementos: Amor, perdão, graça, e unção. O que mais posso querer nesta vida; se tenho estas riquezas comigo? Aleluia! Sou o que sou pela graça de Deus; e tenho o que tenho por sua bondade. Logo, em vez de me abater, vou me regozijar!

Eu me lembro de uma antiga canção, que cantei inúmeras vezes: "É isto que me faz cantar... Dos meus pecados livre estou e para o céu eu vou... É isto que me faz cantar!" Eu não cantava (riso)... Eu "gritava" esta canção. Quão glorioso é saber - que o amor e o perdão do Pai me acolheu, a graça do Filho me salvou, e a unção do Espírito me santificou. Ah... E a continuação do antigo cântico dizia: "Ao mundo vou anunciar.. Que Cristo salva o pobre pecador com seu amor.. Ao mundo vou anunciar!" E estou fazendo isto até hoje. Obrigado Deus! Que bênção foi esta canção em minha vida!

Veja que bênção: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus." (2 Coríntios 5:17-20). Bendito seja o nome Jesus!

É bom ouvir esta canção, também na voz de Ludmila Ferber:
https://youtu.be/kveBmmIk60s

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Assim vejo a oração

A imagem pode conter: texto

Sempre que tento dar perfil humano à oração, eu a vejo tal e qual uma dama discreta e sóbria - sempre pronta a servir, eficiente em seu papel de ajudadora... Pois é! Assim vejo a oração. E por mais que seja difícil a nossa jornada por aqui; jamais devemos cometer o erro de dispensar seus serviços, pois são essenciais ao nosso bem estar - presente e futuro. Tenho dito, muitas vezes, que orar é sempre de menos, nunca demais. Em meu ministério; sempre vejo vidas e famílias padecendo males, que provavelmente teriam evitado; se tivessem dedicado um pouco mais de tempo à oração.

Sempre vejo o valor da oração, em suas duas principais esferas: A de prevenir e a de remediar. Como preventivo - ela cria defesas com antecedência; para fazer frente ao perigo oculto à frente. Já como remédio - ela pode corrigir inúmeros danos causados (por descuido nosso) ajudando na restituição de valores perdidos, em decorrência de desvios espirituais; e na correção de rumo, depois de termos optado por escolhas e atitudes impróprias, justamente por nossa falta de atenção às recomendações da Bíblia. Enfim... Quanto oramos, ordens são dadas no céu e repercutem na terra.

Esta oração de Davi sempre me edifica: "Inclina, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito. Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma. Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam. Dá ouvidos, Senhor, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas." (Salmos 86:1-6). A oração geralmente acalma e alivia!

Esta canção de Feliciano Amaral é inspirada na oração de Davi:
https://youtu.be/s_8iyY64x3g

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Aparências podem enganar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Sempre que me ponho a pensar no passado distante; procuro refletir sobre a vida dos servos de Deus mencionados na Bíblia. Penso na vida de homens, como Samuel, Davi, Elias, Daniel... Enfim; homens especiais, que Deus separou para um ministério específico. No entanto, Tiago disse que Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós (Tiago 5.17). Com toda a certeza, os outros também eram. Já percebi, que a distância (no espaço e no tempo) projeta imagens distorcidas, de heróis e vilões; e que nós, sem percebermos, podemos aplaudir ímpios e apedrejar santos.

Na verdade, todos nós somos propensos a nos deixar influenciar pela aparência; sem admitirmos que, algumas vezes, aparências podem enganar. Assim, ao pesar estes fatos na balança da razão, volto sempre à mesma conclusão: De que preciso da direção do Espírito Santo em minha vida; enfim, de discernimento espiritual, para poder distinguir a verdade do engano - algo nem sempre tão fácil, como alguns pensam que é - em um mundo onde a mentira tem muitas faces agradáveis. Homens de Deus do passado (os que mencionei e outros) servem de marco e baliza à todos nós.

Estas e outras palavras de Jesus, revelam a real Fonte do Saber: "Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou. Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito." (João 14:23-26). Cabe a todos nós, refletir sobre isto.

Só mesmo o Espírito Santo, para nos guiar em meio às sombras:
https://youtu.be/_gIjmQgCtD0

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Hoje é o meu dia

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Hoje de manhã, em oração, declarei ao Senhor, que preciso ouvir mais a sua voz. Então, em meu espírito, fui alertado que - para eu ouvir mais sua voz, preciso buscar mais. Só que isto exige grande esforço (não para buscar mais); todavia, para não me prender mais ao que ficou para trás. Assim, me dei conta, de que a luta maior não é orar mais; e sim, desprender-me mais. E isto, só com o socorro de Deus. pois o meu ontem sempre procura se ligar ao meu hoje. Porém, o "hoje" não deve ceder ao assédio do "ontem"; pois meu futuro está no "amanhã". É assim que devo viver a vida.

A Palavra de Deus sinaliza, que não devo me prender ao ontem; nem me preocupar com o amanhã; pois "o amanha cuidará de si mesmo" (Mateus 6.34). Isto significa, que hoje é o meu dia! Logo, com ele devo me preocupar e me cuidar - sem demonstrar inquietação. A Bíblia me diz, que não devo me endurecer para com a voz de Deus: "Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações,Como na provocação, no dia da tentação no deserto." (Hebreus 3:7-8). Enfim, deixando as inquietações, vou viver a esperar em Deus. 

Esta exortação de Jesus, sempre se apresenta em meu espírito: "Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6:31-34). Obrigado Senhor, pelos teus ensinamentos!

Ozeias de Paula diz cantando, o que procurei dizer escrevendo:
https://youtu.be/Ecrjzy4sdI0

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 4 de julho de 2017

Minhas defesas espirituais

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Enquanto me preparo para fazer uma pequena viagem; fico a pensar na importância que preciso dar aos valores espirituais pelos quais, durante todos esses anos, tenho pautado minha vida. Em minha vida cristã, desde muito cedo, aprendi que assim como buscar a Deus é meu principal dever; confiar nele é minha maior segurança. Pois, se o futuro é imprevisível; os males são previsíveis. Daí, a urgência do cuidado do Senhor. Ele mesmo diz: "buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração." (Jeremias 29:13). No Senhor, venceremos sempre!

Sempre que o futuro se apresentar sombrio e os males, em fúria, se manifestarem; devo, sem a menor demora, acionar minhas defesas espirituais. E a Palavra de Deus nos oferece um vasto arsenal de recursos, para uma guerra que não podemos vencer sem ajuda de Deus. Portanto, precisamos conhecer melhor o potencial bíblico que temos a nosso dispor, para podermos usa-lo com eficácia. No mundo espiritual, vivemos um estado de guerra constante (não contra carne e sangue). daí, a necessidade de nos revestirmos de "toda a armadura de Deus" (Efésios 6:11). Aleluia!

Este é um dos textos, sobre os quais mais preguei: "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus" (Efésios 6:13-17). Sim! Devemos vestir a armadura de Deus!

Esta canção, durante muito tempo, foi muito cantada pela Igreja:
https://youtu.be/6i33n2YlSOI

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Teu sangue nos lava

A imagem pode conter: texto

Meu Deus e meu Pai; algumas vezes, fico sobressaltado com esta pergunta que jamais se cala em minha mente: Por que os filhos dos homens sofrem tanto? Então, eu me volto para a Tua Palavra, onde encontro todas as respostas que preciso. Nela, descubro que o Teu sangue nos lava de todo pecado; e que o Teu óleo cura as nossas enfermidades e ameniza a nossa dor. Neste mundo, vemos filhos dos homens serem oprimidos por outros filhos dos homens. Alguns são tão maltratados, que chegam até a desfalecer. Jesus! A nossa oração é que teu reino venha logo!

Meu Senhor; teu servo Davi que viveu tantos séculos atrás, nos fala como se vivesse muito além deste tempo: "Lança o teu cuidado sobre o Senhor, e ele te susterá; não permitirá jamais que o justo seja abalado." (Salmos 55:22). De fato, só mesmo estando sob o teu cuidado, podemos ver a sucessão de noite e dia renovando nossas forças, sob o manto da tua misericórdia, que se renova a cada manhã. E teu servo Pedro assim ensina: "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." (1 Pedro 5:7). Obrigado Senhor, por teu amor!

 Este texto bíblico inclui severa advertência ao mundo: "Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo. Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas; e saireis e saltareis como bezerros da estrebaria." (Malaquias 4:1-2). Mas encerra com tão gloriosa promessa, aos que confessam e temem o nome do Senhor.

Em situações difíceis, gosto de ouvir esta canção na voz de Paulo Cezar:
https://youtu.be/V6wEGmT2pY0

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 2 de julho de 2017

Geração desgovernada

A imagem pode conter: texto

Creio ser dever de cada cristão renascido (e até dos ainda não convertidos), atentar para a brevidade do tempo. E não estou a pensar no tempo comum de uma vida humana, que é breve; mas sim, no tempo concedido a esta geração, que penso ser geração do fim de uma era. Este texto da Palavra (e outros afins) sempre chamou a minha atenção: "Remindo o tempo; porquanto os dias são maus." (Efésios 5:16). Portanto, precisamos estar atentos! Não nos assustando com qualquer coisa, que hoje em dia acontece. Porém, precavidos, sempre alegres no Senhor; pois os dias são maus.    

Penso ser esta a geração mais desgovernada de toda a história humana. Só não digo que esta é uma geração perdida; porque a salvação de Deus, em Cristo Jesus, continua em vigor. E vejo o valor que a Bíblia dá ao testemunho dos cristãos; ao ler, em suas páginas, um texto assim: "Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo." (Colossenses 4:5). Na verdade, o melhor modo de evangelizar esta geração sem rumo é com o exemplo de vida (em consonância com as Escrituras) do cristão; pois vida regrada na Palavra é a melhor mensagem do crente.

Este texto me impressionou, no primeiro dia que o li: "E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do reino de Deus, E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. E, andando junto do mar da Galileia, viu Simão, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens. E, deixando logo as suas redes, o seguiram." (Marcos 1:14-18). Não resta dúvida, que este tempo urge!

Como faz bem ao coração, esta canção entoada por Cassiane:
https://youtu.be/9zB4rUQ0MV4

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 1 de julho de 2017

Precisamos orar, orar, orar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Creio não ser ignorado por cristão algum - que este nosso tempo reúne todas as condições bíblicas, que atestam o seu fim (não estou dizendo com isto que ele termina amanhã ou mesmo nos próximos dias). Na verdade, existe um ou outro evento que irá suceder antes do fim previsto. Todavia... Que falta muito pouco, para o transbordar profético que determina o fim; isto dá para sentir que falta. Ainda bem que creio no arrebatamento, em meio ou ao fim do "princípio de Dores". Ora vem Senhor Jesus!

Precisamos orar, orar, orar... Sem interromper nossa ocupação, mantendo os olhos e ouvidos espirituais bem abertos, e sem nos deixarmos enganar ou confundir pelo triunfalismo de alguns e conformismo de outros tantos. Somos mais do que vencedores, sim! Contudo, sempre envoltos em privações e provações. E não devemos nos assustar com dores e aflições sofridas; pois nossos irmãos em toda terra sofrem os mesmos problemas que sofremos. O alvorecer do novo dia é chegado! Continuemos orando!

Vivemos este tempo: "Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse; Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado." (1 Pedro 4:12-14). Maranata!

De quando em vez, ouço e reflito sobre esta canção de Fernandinho:
https://youtu.be/Isr3nVCVeP0

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Vazio que nos faz sofrer

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Estou sempre a pensar, naquelas pessoas que adquirem certos vícios (alguns bem nocivos), ou abraçam certos hobby (alguns bem estranhos); e nas que se entretêm com certas atividades de lazer buscando através delas, liberar altas doses de adrenalina... Sem que haja uma razão ou causa aparente. Então, eu me pergunto: Não será este tipo de conduta, uma tentativa de preencher o vazio existente em seu interior? Blaise Pascal, teólogo cristão e filósofo da idade média enunciou que "o ser humano tem em seu coração um vazio que tem a forma exata de Deus" (vazio que nos faz sofrer).

Quando alguém não consegue definir sentimentos que lhe afligem; então, tende a procurar experiências alternativas que distraiam sua atenção, de uma dor sem causa aparente. E esta é a principal razão, de muitos mergulharem de cabeça em certas ocupações e vícios; tentando ocupar o vazio aflitivo que carregam dentro de si. Sem perceberem que este desvio de rumo os fará dependentes de doses cada vez mais fortes - até descobrirem que o tempo passou e que o "remédio" usado não deu certo. E então (talvez tarde demais), vão perceber que só Jesus poderia preencher este vazio.

Estas palavras foram proferidas por Jesus, Filho de Deus: "Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve." (Mateus 11:27-30). E ela nos mostra que só Jesus é capaz de preencher o "vazio em forma de Deus".

Para finalizar, busco me edificar com esta canção de Nelson Ned:
https://youtu.be/E-zws_ivImQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Jesus nosso modelo

A imagem pode conter: texto

Sempre que me dirijo ao lugar de oração - algo que procuro fazer todos as manhãs; me ponho a imaginar que dois instrumentos de visão estão à minha espera: Uma janela e um espelho. Através da janela, posso olhar para fora e ter uma visão de Deus - lógico, uma visão nem sempre nítida aos meus olhos; mas, clara bastante para me motivar. Através do espelho, consigo olhar para dentro e ter uma visão de mim mesmo - bem clara e detalhada; visão sem retoque ou disfarce, que revela o quão pequeno sou. No lugar de oração, me vejo como sou; e me sinto extasiado com a visão do Deus que me amou e que, em Cristo Jesus, me redimiu e me transformou.

No lugar de oração, eu me sinto como diante de um espelho; e me constranjo por ser tão frágil, tão vulnerável às tendências da natureza humana - que está sempre a tentar impor seu ritmo. E isto  exige da minha parte vigilância constante. Sei que ser carnal é buscar interesses reprováveis; algo que não devo ser. E sei que ser superficial é viver sem conteúdo sagrado; algo que não devo ser. Também sei que ser dúbio é não ter posição seguramente concreta; algo que não devo ser. Na verdade, estas e outras características do ser humano, são tendências comuns do homem natural; homem que sei não ser; pois Deus me fez homem espiritual.

Jesus, nosso modelo: "Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido." (1 Coríntios 2:12-15). Nosso modelo de homem espiritual.

Canções inspiradas e ungidas (como esta de Eyshila) sempre me edificam:
https://youtu.be/inZOZLHsKAw

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Pela estrada da vida

;A imagem pode conter: texto

É sempre bom sermos lembrados pelo Senhor, sobre os textos bíblicos que nos põem em estado de atenção. E nesta manhã, isto aconteceu comigo. Ante indagação de Pedro: "Respondeu Jesus, e disse-lhe: O que eu faço não o sabes tu agora, mas tu o saberás depois." (João 13:7). Neste diálogo, Pedro não lhe deu a melhor resposta; mas isto não me causa admiração, pois é o modo como a maioria reage. Fiquei a pensar em Abraão... Que seguia um roteiro que não lhe fora sido previamente indicado. Enfim... Apenas sua fé iria guiá-lo por caminhos desconhecidos, sem a lógica das indicações. 

O modo como Jesus responde à Pedro; em um certo sentido, também  se aplica à todos nós. Ou seja: Caminhamos em direção a um alvo que não podemos ver; todavia, confiados nas promessas do Pai, seguimos pela estrada da vida; nos defrontando com situações, que requerem de nós paciência e fé no Senhor. Nosso desafio é seguir sem questionar - em direção ao céu - mesmo nos deparando com curvas e montes que nos impedem de ver o que está além. Porém, como Deus sempre sabe o que faz - e não precisa nos detalhar o roteiro; cabe então à nós, como Abraão, seguir em frente.

Este testemunho de Paulo sempre me atraiu sobremaneira: "E agora, eis que, ligado eu pelo espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que lá me há de acontecer, Senão o que o Espírito Santo de cidade em cidade me revela, dizendo que me esperam prisões e tribulações. Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus." (Atos 20:22-24). Pois nele, tenho aprendido a viver andar por fé na palavra de Deus; sem me atolar em dúvidas.

Bela canção de Asaph Borba... Sempre nos edificando:
https://youtu.be/xzAD5MOGVRg

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Despertado para orar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Fui despertado para orar, mais cedo que de costume. Sei que, quando isto acontece, é porque o Senhor quer me falar (ou me guardar) de um modo especial. Na verdade, nunca sabemos o que um novo dia nos reserva; entretanto, somos encorajados pelo fato de Jesus nos ter dito, que "Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6:34). O bom é que, neste mesmo texto, Jesus também nos conforta - ao dizer que não devemos ficar inquietos quanto ao dia seguinte. Tenho aprendido na Palavra, que o meu maior desafio é saber lidar com a minha natureza rebelde. E assim... Preciso orar e vigiar sempre!

Ainda orando, busquei dose de reforço para meu domínio próprio; pois a natureza rebelde sempre reage de modo temerário e, na maioria das vezes, precipitado. Um dos meus maiores desafios, sempre foi lidar com a relação hierárquica; pois eu precisava ser submisso aos meus líderes, brando para com meus liderados, serviçal e amoroso para com todos (mesmo para com quem me tratava com falsidade ou desrespeito). Sempre priorizei o equilíbrio na vida familiar, nas adversidades diárias, e nas provações rotineiras. Enfim... Ser sal e luz em todo tempo. Só mesmo em oração!

Gosto de ler e reler este texto, que tem inúmeras aplicações: "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo." (2 Coríntios 12:7-9). Uma delas, é manter a natureza carnal sob controle.

Sou profundamente abençoado por esta linda canção:
https://youtu.be/3m5C4uFqSCM

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 25 de junho de 2017

Previsibilidade

A imagem pode conter: texto, natureza e atividades ao ar livre

Hoje fui despertado pelo Senhor, a pensar na palavra previsibilidade - termo que, em sua definição mais simples, indica a qualidade daquilo que é previsível. E assim pensando, o Espírito de Deus me levou a refletir sobre as aflições do mundo - algo tão comum a todas as pessoas (homens e mulheres, ricos e pobres, jovens e velhos). E percebi que não há um só texto da Bíblia que aponte caminho fácil para quem deseja andar com Deus. Antes, pelo contrário, são inúmeros os textos que apontam as tribulações e aflições como elementos previsíveis na jornada de um cristão bíblico.

Existem ocasiões, em que as aflições da vida são tão agressivas, que levam os crentes por elas afetados, a se auto indagarem: "O que eu fiz, para merecer tal sofrimento? Por que isto está acontecendo comigo? Como se as aflições fossem algo inesperado. Na verdade, as dores, problemas e aflições devem ser previsíveis; assim como o ar que respiramos, a chegada da noite, o amanhecer de um novo dia... Enfim, tudo sob o manto da previsibilidade. Portanto, o importante não é o quanto sou ferido ou afligido; mas, o quanto o Senhor me ama e me preserva, em meio às minhas provações.

O apóstolo Paulo nos edifica, com seu testemunho: "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus." (Romanos 8:18-19). E o próprio Jesus nos conforta com estas palavras: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." (João 16.33). Enfim... O que importa, não é o tamanho da aflição; e sim, nossa confiança no cuidado de Deus.

Esta canção evangélica me edifica tanto... Glória a Deus!
https://youtu.be/HWVuBlxj0Fg

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 24 de junho de 2017

Unção especial de Deus

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Tenho afirmado, vezes sem conta, que precisamos buscar a face do Senhor - mesmo quando nos sentimos sem condição ou vontade de de orar. Orar é o transpirar do espírito humano, em sua luta para buscar o Deus eterno - seu criador e autor de sua salvação. Esta luta é resultante do esforço contra os inimigos da oração (o primeiro deles, está em nossa própria alma tendente a se opor e indispor contra Deus). Hoje precisei fazer esforço para me derramar perante o Senhor; pois precisava me suprir de unção especial, para pregar aos pastores no Acampamento Efraim.

Os momentos que vivemos hoje no Efraim é que nos fazem batalhar em oração. Pois, como ser vaso de bênção (no lar ou na igreja) se não procurarmos nos encher com o Santo Espírito? O intelecto, carregado de informações e conceitos sobre o Deus eterno e Sua Palavra, não é melhor meio para trazer unção renovadora sobre aqueles que são alvo de nossas ministrações (antes, pelo contrário; pode até atrapalhar). Portanto; com ou sem vontade, precisamos nos curvar perante a Fonte que nos unge e nos capacita para o cumprimento da missão de servir. Glórias a Deus!

Este texto fala sobre o que transmiti: "Portanto, o que desde o princípio ouvistes permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis no Filho e no Pai. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. Estas coisas vos escrevi acerca dos que vos enganam. E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis." (1 João 2:20-27). Bênção purinha!

Esta canção também dá ideia, do que sinto e procuro transmitir:
https://youtu.be/CWQ4pvIC6K0

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Enquanto graça houver

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Manhã fria... E eu pensando na grandeza do Deus a quem eu amo e sirvo. Pois sei, que justiça e santidade são a base do seu trono, glória e majestade são suas vestiduras; e o seu caminhar percorre o as veredas eternas, que ele conhece antes que existisse caminho ou lugar; pois foi o seu sábio artífice e hábil construtor. Este é o Deus da minha vida, autor da minha fé e redentor meu. Só nele espero! O mundo está diante dele - sem que possa sair dos seus domínios, que abrangem o universo em expansão. Ele é que diz e acontece; que condena e absolve; juiz de todos nós.

Nos profundos mares e nas densas florestas habitam criaturas de Deus; das quais, ele conhece o bramido e o gemido. Santos e anjos, nele se alegram e esperam em sua bondade. Nele eu depositei a minha confiança! Pois sei que o seu agir, na linha do tempo, favorece o ser humano - ainda que este relute em acatar suas ordenanças e insista em resistir à sua vontade. Ele habita entre anjos e querubins; todavia, optou por se manifestar entre os homens, por meio de seu filho Jesus, para buscar e salvar os que viviam perdidos no vale da sombra da morte. Glória a Deus!

Esta profecia de Isaías, citada nos evangelhos, expõe o grande amor de Deus por nós. Sim! Jesus veio para nos salvar e nos libertar das trevas: "A terra de Zebulom, e a terra de Naftali, Junto ao caminho do mar, além do Jordão, A Galileia das nações; O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte,A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus." (Mateus 4:15-17). Portanto, enquanto graça houver, sempre há de haver salvação.

Esta canção está entre as que mais marcaram a minha vida:
https://youtu.be/Y5y_0dekxrE

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Os benefícios da cruz

A imagem pode conter: texto

Uma das coisas lindas que o lugar de oração nos proporciona; é a contemplação das verdades, que não poderiam ser vistas de outro ponto. Nesta manhã mesmo, pude contemplar alguns dos benefícios da cruz... E me regozijei! Sua fonte de perdão, graça e amor continua aberta - jorrando sobre quem dela se aproxima. Vejo que a visão da cruz reflete nossa imagem, como ela é; nos libertando de nossa justiça própria; e assim, passamos a ver as pessoas com outros olhos (sei que é difícil explicar isto). Enfim, a compaixão dela brotada nos contagia, ilumina, e nos faz amar.

No Gólgota três cruzes foram erguidas. Jesus, na do centro, era alvo do rancor de um ladrão endurecido; e do clamor do ladrão arrependido. E a cena da cruz deu ao ladrão transformado uma visão de si mesmo, do seu real estado. Sim! A fonte que emana da cruz liberou perdão que o absolveu, graça que o justificou, e amor que o abraçou - quando ouviu Jesus dizer: "hoje estarás comigo no Paraíso" (Lucas 23.43). Portanto, a cruz que me prende, também me liberta; pois na morte de Jesus, se tornou instrumento de transformação, que me protege de mim mesmo. Glória a Jesus!

Costumo dizer que o peso da cruz é bem melhor que o peso da glória: "E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará. Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Ou, que daria o homem pelo resgate da sua alma?" (Marcos 8:34-37). Pois, se o peso da glória algumas vezes envaidece; o peso da cruz nos enobrece.

Gosto do foco que o Cleber Lucas da à mensagem da cruz:
https://youtu.be/_tOQmTJflYA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fé firmada na Palavra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Hoje de manhã, estive pensando no valor da fé - palavra, entre as menores da nossa língua; pequena como a figura bíblica com a qual é comparada (grão de mostarda). A fé (ao seu possuidor) tem o poder de matar ou de salvar; de elucidar ou enlouquecer; de esclarecer ou confundir - a depender da fonte em que bebe e da base em que se apoia. Na verdade, a fé só se torna salvadora quando se torna bíblica e cristocêntrica. Portanto, sua convicção precisa estar na Bíblia e sua motivação precisa estar em Jesus.

Tenho decidido em minha vida e crença, me guiar pela Palavra de Deus, não pelo palpite humano; e me deixar usar pela unção do Espírito, não pela emoção humana; pois eu sei que o espaço entre a fé bíblica e a razão humana é uma espécie de território neutro; onde tudo de mal pode acontecer (desvios, deturpações, decadência moral e outros derivados). Portanto, preciso basear os meus valores sagrados, sobre a fé firmada na Palavra de Deus; que se sobrepõe aos condicionamentos impostos pela religião.

Esta é a fé que nos faz crescer: "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (Judas 1:3,4). Enfim... A fé bíblica é a única que nos torna mais que vencedores.

Este hino, um clássico cristão, tem sido entoado por gerações cristãs:
https://youtu.be/Gz4_SwGPlfA

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 20 de junho de 2017

Chamado missionário

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Em nossa estada em Portugal, em abril; Maria Célia e eu fomos desafiados pelos obreiros de lá, à "passar à Macedônia". E este desafio foi confirmado por um convite feito pelo Bispo Geraldo - durante a comemoração dos "50 anos do Jubileu". E este é um desafio para ser levado na mais alta conta; pois, sempre vivemos em função do "Ide". Nesta madrugada; após passarmos um tempo na presença do Senhor em oração, rumamos para o Consulado Português no Rio. Estamos fazendo nossa parte, seguindo os procedimentos; Logo, sendo a vontade de Deus, iremos obter o visto português.

Sempre acreditei que a visão missionária (seja ela transcultural ou regional) precisa ser incentivada; e ter a justa atenção de todos - desde os da linha de frente até os que ficam na retaguarda. Pois creio ser dever de todos os chamados, acatar o "Ide" de Jesus. Portanto, havendo liberação do visto de residência, voltaremos novamente à Portugal, para ajudar o Bispo Geraldo, naquilo que estiver ao nosso alcance. Ainda me lembro das palavras da irmã Gomé, em nossa segunda volta ao Brasil em 1997: "Não existem duas sem três!". Se esta palavra foi profética, será nossa terceira ida a Portugal!

Este relato sempre me inspirou, em todos os lugares por onde andei: "De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número. E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu. E, tendo passado por Mísia, desceram a Trôade. E Paulo teve de noite uma visão, em que se apresentou um homem da Macedônia, e lhe rogou, dizendo: Passa à Macedônia, e ajuda-nos." (Atos 16:5-9). Faz de novo Senhor!

Canção cantada em Cabo Frio, em nossa despedida, na segunda ida (1993) à Portugal:
https://youtu.be/kAZwxqmOJW0

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Vivemos a ventura de crer

A imagem pode conter: texto

Ontem estivemos na IMW de Piabetá, a convite do Pr Ricardo. O agir de Deus foi lindo, em uma igreja marcada por um ambiente de alegria e comunhão. Louvo a Deus pelos novos amigos que, em ocasiões assim, sempre fazemos. Na verdade, foram três os prazeres desta missão: Servir ao Deus que nos comissionou, aos amados irmãos que nos convidaram, e... Descer e subir a serra velha. Enfim... Vivemos a ventura de crer no Cristo vivo, que se manifestou em carne - se doando na cruz - e se tornou o Autor da eterna salvação, que os cristãos renascidos hoje desfrutam.

Penso na tendência de todos nós seres humanos (até cristãos convictos), de mesclar realidade e ficção - como se a vida fosse um mar de rosas. E assim, construímos projetos sobre sonhos que nunca deixarão de meros sonhos. Então... Dou graças a Deus! Pois não deposito minha fé nas bênçãos obtidas, nem nos milagres alcançados; mas sim no Deus que, em Jesus, me fez herdeiro de uma herança futura e eterna. Enfim, não ponho fé na bênção ou nos sinais; mas, em Deus! Pois as bençãos e sinais seguem os crentes; no entanto, Cristo e suas promessas estão sempre a frente!

Este texto tem propositura bem interessante: "E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus. E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém." (Marcos 16:17-20). Glória a Jesus!

Esta canção expressa muito bem o que pretendi dizer:
https://youtu.be/JPqitveFAGo

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 18 de junho de 2017

Senhor, sei que não devo

A imagem pode conter: texto e atividades ao ar livre

Senhor... Sei que não devo me queixar, das lutas que preciso travar; pois elas trabalham meu condicionamento espiritual e me preparam para os novos combates que preciso enfrentar. Sei também, pela Palavra, que somente o meu pecado pode ser justa causa de minhas queixas; então, quanto menos pecar; menos razões de queixas eu terei. Louvado seja o nome do Senhor!

Senhor... Sei que não devo murmurar, das inúmeras aflições sofridas; pois elas depuram minha vida do egoísmo e da vaidade, me preparando para entender melhor as dores e aflições alheias. Assim, na medida em que sou afligido, posso crescer em maturidade e entendimento; e isto me tornará capaz de compreender e ajudar os aflitos que encontro pelo caminho. Amém Jesus!

Senhor... Sei que não devo me indispor com as injustiças que sofro; pois elas são como vacinas, que me curam e imunizam de seu contágio; me dando as defesas que preciso ter, para aprender a agir com justiça, me habilitando a chorar com os que choram; e para a confortar os que são injustiçados, sem me intimidar com os que fazem da injustiça o seu instrumento de prazer. Glória a Deus!

O Senhor me diz: "A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte" (2 Cor 12:9-10). Amém!

Esta canção fez a alegria e o ânimo, de incontáveis crentes:
https://youtu.be/-_E69ShR6bo

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 17 de junho de 2017

Profanando valores sagrados

A imagem pode conter: texto

Muitas vezes, eu fico a pensar na persistência das pessoas - em buscar no fruto proibido (o pecado e seus derivados) prazer que traz consigo a dor e a morte. Então me dou conta, de que a prisão em que a humanidade vive (causada pelo pecado) faz dela - ao mesmo tempo - ré e vítima de sua própria desgraça. E não há como anular esta relação de causa e efeito; a não ser, por meio da graça salvadora revelada em Cristo. E é por isto, que o nome de Jesus deve ser pregado e ensinado; pois a Bíblia diz que "em nenhum outro há salvação" (Atos 4.12). Só mesmo Jesus pode nos salvar!

Muitas vezes, eu fico a me perguntar sobre o "por que" da razão de muitos cristãos (convencidos e até convertidos) se desviarem do Caminho da Verdade passando a dar ouvidos à mentira? E a Bíblia responde; ao dizer que muitos "desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas" (2 Timóteo 4:4). E assim... Vemos hoje uma mescla de ateus convencidos, religiosos enganados, e cristãos desviados, buscando prazer no fruto proibido (prazeres e vícios); unidos no mesmo infortúnio, deixando a Fonte da Vida e profanando valores sagrados, tudo em prol do apetite carnal.

Esta é uma palavra fiel:"Este testemunho é verdadeiro. Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé. Não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade. Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados. Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:13-16). E grave advertência - tanto a santos, como profanos.

Esta canção, no passado, ajudou muitos crentes indecisos:
https://youtu.be/lyRilAwLzoc

Cordialmente;
Bispo Calegari