sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Doce presença de Deus

A imagem pode conter: texto

Ontem dei oportunidade ao Presbítero Rui para pregar; uma palavra da parte de Deus, que bem fez a todos nós ali reunidos, na frente missionária de Ílhavo. Nesta manhã, enquanto eu orava; o meu espírito foi levado a pensar no salmo 139. Que prazer eu senti! Agradeci ao Senhor, por sua bendita presença. Sua Palavra diz que: "Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito." (Salmos 34:18). E também diz: "Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade." (Salmos 145:18). Doce Presença!

Na verdade, somos exortados a buscar Sua presença: "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto." (Isaías 55:6). A Palavra de Deus declara que Deus está em toda parte... E que sua presença enche os céus! Portanto, quando nos sentimos distantes do Senhor; isto não significa que Deus esteja longe; mas sim, que dele nos distanciamos. E a oração é um dos meios mais práticos de nos aproximarmos dele. Entretanto, renunciar ao pecado é o modo mais eficaz de estarmos em sua presença, sem susto ou medo; pois o pecado sempre nos afasta do Senhor.

Bom é estar na presença de Deus: "Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa" (Salmos 139:7-12). Pois, é sempre o melhor lugar para se estar!

O salmo 139, pregado ou cantado, é sempre uma bênção:
https://youtu.be/K80BNksymco

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Amar e perdoar é preciso

A imagem pode conter: texto

Estive refletindo sobre este texto: "Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; põe o teu coração sobre os teus rebanhos" (Provérbios 27:23). Não penso que Deus tenha inspirado este texto pensando em ovinos, bovinos, caprinos, equinos... Creio que o Senhor estava pensando em Suas ovelhas aqui na terra; aquelas, sobre as quais admoestou Pedro, ao lhe questionar sobre amor: "Apascenta as minhas ovelhas." (João 21:17). Na verdade, nós pastores devemos amor e cuidado ao rebanho do Senhor; o qual é constituído por aqueles que, depois de salvos, seguem a Jesus.

Ao mesmo tempo, penso em nossa tendência de impor nossa vontade sobre aqueles que, de algum modo, presidimos. Então me pergunto: Como cuidar melhor dos que Deus pôs sob minha tutela (família, igreja...)? E chego à seguinte conclusão: Amar e perdoar são qualidades indispensáveis nas relações humanas. Portanto... Preciso aprender com meu Senhor Jesus - a amar e perdoar de verdade. Algumas vezes parece ser mais fácil dizer: "Eu amo meus inimigos"; do que dizer: "eu amo meu cônjuge". Ou então dizer: "Eu perdoo a todos"; do que dizer: "Eu te perdoo".

Para ser pastor, amar é preciso:"Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos." (Colossenses 3:12-15). Enfim; perdoar é preciso.

Canção inesquecível... Como ela me ajudou em minha missão:
https://youtu.be/NhIRxmLLOuA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

História de milagre

A imagem pode conter: texto

Em nossa jornada cristã, existem dias em que nos sentimos tão enfraquecidos, até para orar... Como se orar exigisse um grande esforço (e na verdade exige). Alguém já disse que a oração leva a alma humana a uma grande fadiga (física e mental). O que nos vale é que, em determinados dias - ao orarmos - nos sentimos tão leves, quase suspensos no ar. Além disso, temos um chamado à perseverança: "Perseverai em oração, velando nela com ação de graças" (Colossenses 4:2). Na Bíblia, encontramos testemunho de vários homens de oração, cujo exemplo de vida nos motiva a orar.

Ao pensar em homens de oração; não posso deixar de pensar em Daniel... Homem, cujas orações são marcadas por milagres extraordinários (visões e revelações sobrenaturais) com uma gloriosa experiência de livramento, ao ser lançado na cova dos leões. Eu creio que cada crente que ora tem sua própria história de milagre pra contar (curas, livramentos, respostas marcantes); enfim... Se a oração não fosse tão importante Jesus não teria deixado tantas exortações, sobre o dever de orar; e o diabo não trabalharia tanto para nos impedir de orar. Precisamos nos manter em oração!

A oração: "Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos, houve uma murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano. E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas. Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra." (Atos 6:1-4). É indispensável.

Esta canção do Grupo Gileade tem me inspirado muito:
https://youtu.be/GdS7tkVT5xU

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Juízes de plantão


Sei que esta questão, vez por outra, surge na mente de um filho de Deus: "Somos salvos e abençoados por nossos méritos ou pelo amor de Deus?" Entretanto, encontramos com frequência, cristãos que se julgam merecedores da graça de Deus (e eles não são poucos). Estes são os que pensam estar no direito de julgar e condenar os que tiveram a infelicidade de escorregar e cair, enquanto seguiam no Caminho da Vida (não são poucos os caídos). Certo é que, se nós fôssemos depender da misericórdia dos homens; muitos crentes não teriam como levantar a sua cabeça.

Algo bem comum é encontrarmos pessoas prontas a denunciar pecado alheio; as quais fazem questão de lembrar e relembrar os "pecados daquele irmão ou irmã"... Quando o próprio Deus se dispõe a "esquecer" nossas transgressões (Isaías 43.25). Eles se comportam como "juízes de plantão", sem que tenham este direito (Mateus 7.1 e Lucas 6.37). Quanto a mim... Tenho certeza: O que existe de bom em mim foi o que Deus fez e não o que eu tinha para oferecer. Sinto-me muito bem, por saber que o amor de Deus - em Jesus meu Senhor - me salvou e me deu a Vida.

Isto é amor: "Porque esta é a aliança que depois daqueles dias: Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo; E não ensinará cada um a seu próximo, Nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, Desde o menor deles até ao maior. Porque serei misericordioso para com suas iniquidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais." (Hebreus 8:10-12). Por Ele eu fui salvo!

Esta canção destaca o amor de Deus e o sacrifício de Cristo:
https://youtu.be/_tOQmTJflYA

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Quando oramos mais

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Deus tem me feito levantar mais cedo para orar; isto pode ter muitas razões, ou uma razão em especial (só Deus sabe). Mas o importante é saber quando o Senhor nos quer de joelhos... Disto tenho plena consciência. Quando oramos mais; isto não significa que vamos sofrer menos. Significa sim, que estaremos melhor preparados para lidar com a dor e a tentação. Glória a Deus! Não é de hoje, eu sei que aquele que se prostra diante de Deus, jamais ficará prostrado diante dos provações da vida.

Sempre que me prostro diante do Senhor, é com um misto de tensão e temor; entretanto, sempre que me levanto do lugar de oração, é com agradável sensação de descanso e paz... E com a certeza de que algo ali aconteceu, enquanto eu orava ao Pai. Na verdade, o tempo que passamos em oração - além de não ser tempo perdido; sempre repercute positivamente na vida daqueles que amamos (família, amigos, irmãos). Por estas e outras, eu sempre digo, que orar é sempre o melhor remédio e a melhor atitude.

Devemos levar tudo a Deus em oração: "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus." (Filipenses 4:4-7). Louvado seja o nome de Senhor!

Não canso de ouvir esta canção - antiga, mas sempre atual:
https://youtu.be/AXKU_MTZ2dA

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 19 de novembro de 2017

Meu pé de limonete

A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre

Pensando em minha vida, não pude deixar de pensar em meu pé de limonete (eu o plantei, alguns dias atrás, em um pequeno canteiro que tenho) planta, cujas folhas dão um delicioso chá. E percebi que minha vida é tão frágil como ele... Ou, como um minúsculo ponto em um lençol de linho; uma gotícula de vapor  suspensa no ar. Assim é minha vida. No entanto; esta vida, tão frágil e imperfeita, custou a vida de Jesus - o Salvador da humanidade. Portanto, assim como meu pequeno pé de limonete depende da rega e poda que lhe aplico; a minha vida depende do cuidado do Senhor.

É comum pensarmos sobre nós mesmos, muito além do limite de nossa insignificância. Quando nos tornamos arrogantes, pedantes, jactanciosos; ficamos a pensar, falar e agir como se o mundo girasse em torno de nós. Tenho percebido que este tipo de conduta - antes de se tornar ridícula - causa muito mal aos que se encontram à nossa volta (especialmente a nossa própria família). Precisamos entender que o que torna a vida relevante é o propósito para o qual ela foi por Deus criada. Meu Senhor! Quando é que vamos entender, que nossa insensatez não tem graça nem futuro!

Que ensino maravilhoso, encontramos neste texto bíblico: "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco." (Filipenses 4:7-9). Ele é uma importante lição de vida.

Eu era assim... Glória a Deus! Não sou mais. Obrigado Senhor!
https://youtu.be/HQhQ3SXVdA0

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 18 de novembro de 2017

Rebanho do Senhor

A imagem pode conter: texto

Hoje me surpreendi com este meu pensamento, transformado em oração: Até onde o nosso querer pode estar em harmonia com o querer de Jesus? Pensei em meu ministério... E pedi a Deus que me ajude a manter na lembrança que as ovelhas que pastoreio (rebanho crescendo e com o seu crescimento, cresce também o dever pastoral); pois elas não são "minhas ovelhas"; Mas, ovelhas de Jesus entregues aos meus cuidados pastorais até que o Senhor finalmente as receba (João 10.16). Nossa!!! Como pesa cuidar de filhos que não são nossos! São de Deus!

Enquanto orava; os nomes foram se sucedendo, sem que eu pudesse conter o fluxo da lembrança (penso ser este o pensar e o interceder de um pastor de almas). Sei que não sou o servo que Deus espera; todavia, tento me esforçar para ser; embora eu as vezes sinta que jamais conseguirei ser e fazer tudo o que Deus quer. O que me consola é encontrar alguns textos que me incentivam. Este é um deles: "tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome." (Apocalipse 3:8). então, me confortei com esta canção que estou inserindo abaixo.

Este texto aponta para o Grande Pastor das ovelhas: "Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens. O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas." (João 10:6-11). Amém Jesus!

Esta canção, cheia de simplicidade e beleza, marcou minha vida:
https://youtu.be/-a1B0afuVkA

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Direção de Deus

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Esta tem sido uma semana marcada por gratificante atividade, pois temos tido vários contatos. Fomos chamados para sermos sal&luz (sal da terra e luz do mundo) e como tal, devemos nós viver. Visitamos diversos lares (um deles, de um querido casal que ganhamos para Cristo, vários anos atrás). Realmente, tem sido uma semana marcante! Rimos muito, choramos muito, e oramos com intensidade; até sentirmos os efeitos das orações que temos feito. Vemos vidas que ganhamos se firmarem no Senhor, e cultos marcados por sentida unção do Espírito Santo.

Em minha condição de servo de Deus, desde muito cedo, creio que o melhor lugar para se estar não é aquele que agrada aos olhos; mas sim, o lugar que é, de fato, o centro da vontade de Deus para nossa vida e ministério (não devemos esquecer que Ló foi seduzido pelas campinas de Sodoma e sentiu na própria carne, os efeitos de quem não prioriza a direção do Espírito Santo em sua vida). Ao longo de minha vida, tenho visto cristãos  (alguns com futuro promissor) que sofrem até hoje - feridos por sofridos por não terem priorizado o reino de Deus e sua justiça.

Este é um dos princípios ensinados por Jesus é fundamental: "Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6:31-34). Ignora-lo é um grande erro.

Este texto enriquece esta canção dos Vencedores por Cristo:
https://youtu.be/FWb5dzsReZo

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O lugar de oração


Nesta madrugada, me derramei perante o Senhor; Sei que já disse isto, inúmeras vezes. Todavia, nesta madrugada foi um tanto diferente... E não sei dizer o porque. O lugar de oração ficou marcado por lágrimas e gemidos. Fui levado a pensar... A história de pecado no mundo é uma história de dor e sofrimento, desde o Éden. Convivo com vidas e famílias marcadas por este sofrimento e vestidas com esta dor. Lamento muito; pois, dentre os que padecem este mal, estão cristãos que poderiam ter uma vida bem melhor, se orassem um pouco mais. E o mais triste ainda é perceber que quanto mais um cristão se afasta do lugar de oração, mais se queixa das pessoas - sempre alegando falta de apoio.

Todos nós, que servimos a Deus em espírito e em verdade, precisamos manter nossa chama acesa - tal e qual as cinco virgens prudentes, de Mateus 25; pois, são muitos os entraves ao agir do Santo Espírito em nossa vida. Não conheço alimento melhor para este fogo, do que a oração - secreta ou congregacional. Não digo que este seja o único meio; porém, não tenho dúvida em afirmar que, de todos os meios, é o mais eficaz. A oração não é apenas um bom irradiador de calor espiritual; ela também é recurso para fortalecer nossas reservas espirituais. Não existe cristão - por mais consagrado e experiente que seja - que tenha meios próprios de resistir às intempéries, sem uma perseverante vida de oração.

Que batalha travada no jardim da oração: "E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito. Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo. E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." (Mateus 26:37-41). Esta também deve ser nossa luta.

Como sou edificado por esta linda canção, entoada por Ozeias de Paula: 
https://youtu.be/HGkOWGHp6Gw

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Que pena eu sinto


Que alegria me faz sentir... Saber, que tenho sobre minha vida o cuidado do Deus eterno que pode fazer tudo que lhe apraz; mas, que nem sempre faz tudo (ele sempre deixa algo para nós fazermos). Glória a Deus! Que alegria me faz sentir... Saber, que vivo nos limites da graça do Deus a quem sirvo; onde tenho paz e segurança, sem ter razão para espanto. Aleluia! Que alegria me faz sentir... Saber, que sigo no Caminho que tem por nome Jesus; Caminho vivo, sempre em movimento, no qual - enquanto eu permaneço - não sofro o menor risco de me perder. Louvado seja Deus!

Que pena eu sinto... Ao perceber que muitos seguem em direção oposta ao caminho da graça; perdendo o melhor de Deus, pelo simples fato de fazerem escolhas erradas. Misericórdia! Que pena eu sinto... Ao contemplar o estado daqueles que se recusam a andar no Caminho da Vida (seja por ignorância ou incredulidade); e que abrem mão do amor de Deus em sua vida, preferindo colher os frutos amargos de uma jornada sem Deus. Lamentável! Que pena eu sinto... Ao ver famílias inteiras vitimadas por decisões impróprias, contrárias à vontade de Deus para suas vidas. Senhor Jesus!

Jesus veio nos salvar; e, na cruz de dor e sangue, ele assumiu nosso lugar: "Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." (João 1:9-13). Portanto, seguir a Jesus é seguir a verdadeira vida, sem risco de perdição.

Inspirado pela declaração desta canção, "Perto quero estar":
https://youtu.be/s6871xx3LBk

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

A voz dos que oram


Existem algumas instruções específicas, sobre a necessidade e o dever de orar, proferidas - tanto por Jesus, como pelos apóstolos. Entretanto, não cometo injustiça ou exagero ao dizer que oração é uma das atividades menos praticadas pelas igrejas em nossos dias. Eu sei que existem exceções (penso que isto deveria ser regra e não exceção). Já tenho dito que a oração não pode mudar tudo; pois algumas coisas precisam acontecer, quer oremos quer não. Todavia, se orarmos frente aos problemas e desafios, estaremos melhor preparados para lidar com eles. Ou seja: Aquilo que a oração não pode resolver; ela nos ajuda a entender e a suportar.

Não é de hoje, vejo igrejas e famílias viverem aprisionadas em uma espécie de redemoinho maligno - sem conseguirem erguer a cabeça ou sair do seu ponto de encalhe, tal e qual um barco imobilizado na areia. E o pior, em tais situações, é a procura de culpados e troca de acusações que separam as pessoas (em uma casa, marido e esposa atribuindo um ao outro a culpa pelo fracasso; em uma igreja, grupos se formando em torno dos que influenciam negativamente); sem que a voz dos que oram seja sequer respeitada. E, quando alguém propõe oração; logo um "entendido em crise" assevera: "nós precisamos é de ação!" Precisamos orar irmãos!

Esta oração de Davi é um incentivos às minhas orações: "Inclina, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito. Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma. Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam. Dá ouvidos, Senhor, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas. No dia da minha angústia clamo a ti, porquanto me respondes." (Salmos 86:1-7). Devemos orar em nome de Jesus!

Oração de Davi, na voz de Feliciano Amaral. Vale à pena ouvir:
https://youtu.be/s_8iyY64x3g

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 12 de novembro de 2017

Somos criaturas de Deus


Ao longo de minha vida, cheguei à conclusão, que não há como estudar o ser humano, sem ver em sua vida o amor e o cuidado de Deus. Creio que a existência humana neste planeta já é algo espantoso, sobrenatural. Ou seja; certamente que houve um ser superior responsável por sua existência na terra. E, que não me venham a dizer que foi de uma ameba; ou dos símios; ou de algum processo evolutivo jamais comprovado. Não mesmo! O mais antigo registro existente (a Bíblia sagrada) declara que Deus o criou e nos diz como Ele o fez. Sim! Somos criaturas de Deus.

É natural que o ser humano esteja sempre a procura de sinais palpáveis de sua origem (a razão humana é tendente a ignorar aquilo que não pode ser cientificamente comprovado). Todavia; as evidências de sua origem estão presentes em seu corpo (os mesmos elementos químicos encontrados no barro); e em seu espírito (a vocação religiosa a indicar que ele é fruto de um ser supremo). Daí, a sua propensão à crença estar tão entranhada em seu ser; que, a despeito dos avanços científicos e tecnológicos que vem obtendo; o ser humano não consegue se desprender de sua crença.

Eis aqui o ser humano:

"Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus! Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador. Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; Que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites? Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste. Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés: Todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo, As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares. Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!"
(Salmos 8:1-9)

Deus o formou do barro.

Esta canção descreve poeticamente o nosso Deus:
https://youtu.be/kbk0-6Hy43o

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 11 de novembro de 2017

Nossa combalida nação


Hoje eu orei pelos cristãos de minha pobre/rica nação... E sei que não estou sozinho neste clamor; pois existem milhões de Cristãos no Brasil; e que, dentre eles, certamente que alguns milhares devem sentir o mesmo chamado à intercessão que eu sinto; por nossa combalida nação que segue à deriva, devastada por terríveis epidemias (entre as quais - violência, corrupção, pornografia, doenças antigas e novas, são apenas algumas delas) e por escandalosa banalização da vida humana. E alheias a isto, as elites do poder subtraem como podem as riquezas do país dom engano e perversidade; enquanto os mais pobres e desassistidos lutam para sobreviver, assombrados pelo mal do dia seguinte.

Em meio ao caos gritante; vemos alguns grupos (a Igreja cristã, a família tradicional, juízes e procuradores independentes, etc) sendo perseguidos por maus governantes, maus parlamentares e maus magistrados... Que deveriam ser probos e exemplos para a nação brasileira. Vemos alguns esbanjando os bens da nação, subtraindo o pão e a saúde dos pobres, para construírem o seu "paraíso" na terra; sem perceberem que, ao fim de tudo, serão as maiores vitimas dos atos de injustiça que praticam. E o pior é que, quando os corruptos são punidos, ainda somos obrigados a ouvir os seus discursos vazios: de que são inocentes, injustiçados, perseguidos, bla, bla, bla... Misericórdia Senhor!

A Bíblia diz que os homens corruptos e réprobos quanto à fé; "Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles. Tu, porém, tens seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência, Perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia, em Icônio, e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou; E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições. Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." (2 Timóteo 3:9-13). Infelizmente, muitos não percebem que o Deus de amor também é justo juiz.

Este hino é bem antigo; porem, contextual com nossa realidade:
https://youtu.be/BdIv_HfdOPg

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Alcançado pela graça


Acordei pensando na vida... Quem sou eu, além de uma gota de orvalho que se evapora ao calor do Sol? Ou uma partícula de pó, erguida e levada ao sabor do Vento? Sei que sou filho de Deus e isso, por si só, é suficiente para me bastar. Sei que sou servo de Cristo e isso, por si só, me motiva a prosseguir. Portanto, que devo nutrir minha crença e afirmar minhas confissões (confissão de pecados, confissão de fé), "Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação." (Romanos 10:10); e que "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (1 João 1:9). Enfim... Eu sei o essencial. Aleluia!

A minha vida de ontem não cabe mais em minha vida de hoje; pois, pela graça fui alcançado! E me tornei filho da graça! Que ventura é saber que o Senhor nos ama e nos quer bem! Então, devo viver em função deste amor e bem querer, para que meus dias sejam ainda melhores mais a frente - sem que eu precise me constranger e me envergonhar pelo meu passado (que foi aniquilado na cruz); nem me queixar do meu presente (que tem sido abençoado por Deus); ou me ufanar quanto ao meu futuro, que é o futuro de todos aqueles que creem e (em Cristo) estão guardados para a vida eterna - sejam eles pequenos ou grandes, ignorantes ou sábios, pobres ou ricos. Saber estas coisas é real fonte de prazer.

Em Cristo Jesus: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." (2 Coríntios 5:17-21). Somos novas criaturas.


Esta canção demonstra a importância de estarmos além do véu:
https://youtu.be/Qs8Jbflu1vY

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Assim cremos


Existe uma canção antiga, por nós cantada tantas vezes, cuja letra é a que se segue: "Se eu falar com Deus, as coisas mudarão, orando (repete 3 vezes). Todos os meus problemas, meu Deus resolverá, orando". Nós a conhecemos a muitos anos (nunca perde a validade) bendita canção, que resume a nossa plena confiança no Senhor Jesus - Salvador de nossa vida, nosso eterno Senhor. Precisamos cantar e praticar esta verdade até o fim da nossa vida aqui. Que bom, se todos os crentes a praticassem.

Existem inúmeras canções e textos bíblicos, que reforçam meu sentimento - quanto ao valor da oração. A nossa vida não está baseada em nossos dons e talentos (se é que os temos); mas, em nossa fé em Jesus e em nossa perseverança em oração. Cremos na Palavra de Deus, cremos na doutrina dos apóstolos, cremos na Igreja de Cristo, cremos no valor da família, cremos na nossa salvação. Na verdade, nossa fé é alicerce da nossa confiança e combustível da nossa crença; e ela é fortalecida e amadurecida na oração.

Ficamos a pensar nesta experiência do apóstolo Paulo: "Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus. Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo. Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido." (1 Coríntios 15:9-11). Muito nos identificamos com este texto da Bíblia Sagrada.

Assim eu creio; assim eu ando; assim procuro viver: viver:
https://youtu.be/9zB4rUQ0MV4

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Discipulado de liderança


Ontem tivemos mais uma reunião de discipulado de liderança... O nível de unção crescente! Percebo que os líderes da frente missionária estão em fase de estruturação e de crescimento; isto é muito bom - Bom para cada um deles, bom para o pequeno rebanho, bom para a cidade de Ílhavo, enfim... bom em todos os sentidos. Afinal, pequenos grupos bem estruturados e orientados, podem vir a se tornar em grandes e saudáveis comunidades cristãs. Nossa prioridade não é o crescimento; mas sim, o amadurecimento (o crescimento não deve ser causa; mas sim, efeito). Enfim... Pelos resultados já visto; acredito que estamos no rumo certo. Glória a Deus!

Ao longo de meus anos de vida cristã e de ministério pastoral; tenho percebido que precisamos crescer por dentro, para então crescer por fora. Este processo igual ao desenvolvimento de um pinto dentro de um ovo: na medida que ele cresce por dentro, sua casca não poderá mais conte-lo. Do mesmo modo, na medida em que o nosso "homem interior" se expande, o nosso ser visível diminui em importância. Preocupante é o processo inverso - quando crescemos mais por fora que por dentro; pois nosso ser espiritual vai se apequenando, na proporção inversa ao gigantismo do ser estético. Daí, a necessidade de crescermos espiritualmente.

Isto é para entendermos: "Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido." (1 Coríntios 2:12-15). E então praticarmos.

Que bênção é poder ouvir e entender o sentido desta canção:
https://youtu.be/8LMg9i8fCD4

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Esperança renovada


Um novo dia que nasce, ainda que no manto da madrugada, é uma excelente oportunidade para se estar curvado no lugar de oração (volto a dizer que meu lugar de oração é qualquer lugar em que eu possa me estender aos pés do Senhor). Já levei os problemas e desafios ao Senhor, antes dos primeiros clarões, em uma segunda-feira repleta de oportunidades e surpresas. E creio ser inadiável, que todos os crentes ajam assim - levando ao Senhor sua vida e família (com seus problemas e desafios). Temos promessas de Deus, feitas à nós, do tamanho exato de nossas necessidades. O que temeremos, se Deus é por nós?

Sei que o novo dia traz consigo esperança renovada; e tenho a agradável lembrança do que o Senhor fez neste domingo... Há esperança para o crente que deposita deposita plena confiança nas promessas de Deus; sem se importar em demasia com os males que um novo dia sempre traz (dores e decepções, aqui e ali; lutas e ameaças, aqui e agora). Enfim... Penso no adágio que diz: "nada como um dia após o outro"; e nesta declaração de Jesus: "Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.a Palavra" (Mateus 6.34). Não temerei, Deus está comigo!

Estas palavra de Jesus estão gravadas em meu espírito: "Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?" (Mateus 6:25-29). Tudo é possível àquele que crê.

Não posso descrever o sentimento que este hino faz brotar em meu espírito... Glória a Deus! https://youtu.be/yNxQE9I6xXY

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 5 de novembro de 2017

Calor ao qual me refiro


Hoje precisei madrugar; pelas razões de sempre... Hoje é domingo; dia em que o pequeno rebanho, que o Senhor confiou aos meus cuidados, precisa de um culto aquecido por Sua presença e uma palavra revestida com Sua unção. Nós, servos do Senhor, precisamos ter registrado em nosso espírito que temos a bendita graça que nos da segurança, o Santo Espírito que nos dá direção, e a Sagrada Escritura que nos dá sustentação. Sabemos que o mundo a nossa volta está gelado e sem rumo. E esta é mais uma razão, a exigir que o culto que prestamos ao Senhor seja aquecido e bem orientado. Porem, o calor ao qual me refiro, não pode ser baseado em cânticos de motivação ou declarações de auto-ajuda. Valha-nos Deus!

É comum vermos cultos estridentes (como se barulho pudesse suprir o vazio causado pela ausência do Espírito); e por orientações várias - a que façamos "deste ou daquele jeito"; para trazermos ou sentirmos a presença de Deus (algumas orientações são bem estranhas e inconvenientes). Desde meus dias de jovem pastor; aprendi e ensinei que o barulho não traz a presença de Deus (ainda que a presença de Deus possa provocar algum barulho). Portanto, entendo ser lamentável o esforço de alguns, na vã tentativa de "criar um clima" de presença de Deus. Infelizmente, o máximo que tal esforço pode causar é dor de cabeça e desconforto aos ouvidos. Alguns louvoristas e pregadores precisam repensar a sua fonte de inspiração.

Meditemos nesta palavra: "E disse-me: Que vês? E eu disse: Olho, e eis que vejo um castiçal todo de ouro, e um vaso de azeite no seu topo, com as suas sete lâmpadas; e sete canudos, um para cada uma das lâmpadas que estão no seu topo. E, por cima dele, duas oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e outra à sua esquerda. E respondi, dizendo ao anjo que falava comigo: Senhor meu, que é isto? Então respondeu o anjo que falava comigo, dizendo-me: Não sabes tu o que é isto? E eu disse: Não, senhor meu. E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos." (Zacarias 4:2-6). Tudo pelo Espírito!

Esta canção consegue resumir o que procurei explicar:
sentido https://youtu.be/QGBoyJD9CkI

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 4 de novembro de 2017

Um coração aquecido


Os salmos de Davi foram gerados em momentos de profunda contrição e oração. Na verdade, muitos dos seus salmos são orações escritas (que hoje em dia cantamos); pois fluíram em meio a fervente oração, em seu espírito contrito e seu coração quebrantado. Um deles, que sempre vem ao meu espírito, é o salmo 86; o qual exerce grande influência sobre minha vida. Sou convencido que um cristão de verdade é sustentado e motivado por uma vida de oração. Portanto, quanto mais ele orar, irá se sentir bem mais motivado e fortalecido - para vencer lutas e suportar provações. Um obreiro que tem o seu coração aquecido no lugar de oração; tem diante de si uma igreja aquecida e frutífera. Todavia, quando o mesmo deixa de orar (seja evangelista, pastor ou mestre); ele se torna estéril, transmitindo morte por onde passa.

Na própria vida familiar, a oração é essencial para dar base e cobertura ao agregado. Até acredito que certas conquistas podem ser obtidas sem oração - tanto em uma igreja como em uma família. Entretanto, os resultados permeados com graça, comunhão e crescimento espiritual somente são possíveis, quando os seus integrantes separam algum tempo diário para se dedicar à oração. Não é difícil perceber a diferença entre um crente que ora e um crente que não ora. E mesmo entre os que servem a Deus em algum ministério, a diferença é notória - entre os que oram e os que não oram. Na verdade, a oração não deve ser vista como uma atividade comum, rotineira; pois, o mundo espiritual vem sempre ao encontro de quem ora de verdade... E os céus se abrem ao som de uma oração comprometida com a vontade de Deus.

Medite nesta oração: "Inclina, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito. Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma. Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam. Dá ouvidos, Senhor, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas. No dia da minha angústia clamo a ti, porquanto me respondes. Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas. Todas as nações que fizeste virão e se prostrarão perante a tua face, Senhor, e glorificarão o teu nome. Porque tu és grande e fazes maravilhas; só tu és Deus." (Salmo 86 1-10). Amém!

Jamais me canso de ouvir esta canção, baseada no salmo 86:
https://youtu.be/H6VPjN46CKg

cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Somos por Deus amados

A imagem pode conter: texto

Hoje pela manhã, Maria Célia precisou viajar de comboio para o Algarve; onde, além de participar de um seminário; ela aproveitará estes dois dias, para estar com sua irmã Maristela e sua sobrinha Beatriz. Enquanto me preparava para leva-la à estação; fiquei a pensar na graça e no amor de Deus... Como não pensar! Se Ele me conheceu ainda no ventre materno e me separou para servo (ainda que menor entre os menores); tal como separou Jeremias, ainda na madre, para o ofício de profeta. Ele me viu crescer e me assistiu em todo tempo - mesmo que eu não me desse conta disso. Portanto, em Jesus temos amor, graça, perdão e paz! Promessas que Deus fez a todos nós.

Existem ocasiões, em que nos sentimos tão sós... Todavia; isto é tão somente um sentimento, que não deve encontrar guarida em nosso coração. Pois o Senhor prometeu estar conosco, todos os dias, até que os séculos se completem. Somos por Deus amados - amor este, que está acima do amor de u'a mãe por um filho. Ele enviou Jesus - não para nos dar boa vida na terra; mas sim, para nos dar vida venturosa no céu. O inimigo diário a ser vencido é o pecado; e o último inimigo a ser vencido é a morte. E o próprio Jesus já nos proporcionou armas para esta vitória: O seu sangue, que nos limpa de todo pecado; e sua Palavra , que nos dá proteção até o fim do combate.

O amor de Deus é a essência de tudo aquilo que é puro, bom e justo na vida das pessoas. Assim a Bíblia nos fala: "Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados." (1 João 4:7-10). Amar a Deus e ao próximo: Esta é a regra áurea da existência humana.

Que canção maravilhosa! Ela muito edifica o crente sob ataque:
https://youtu.be/luPtG6EqquQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Oração pode mudar tudo



Oração pela madrugada, resposta ao longo do dia... Deus é fiel! Hoje visitamos duas casas, com frutos visíveis pela fé. Glória a Deus! Esta tem sido nossa rotina, imersa em prazer, buscando servir do melhor modo - a Deus e às vidas - pois fomos salvos para salvar. Assim, em linha com a Palavra de Deus, penso que a vida cristã precisa ter propósito para ser significante; pois, de outro modo, perdemos a razão e a crença e nos distanciamos de Deus, preocupados com nosso egoísmo. Enfim, precisamos dar tempo para Deus, para não perdermos tempo nesta vida.

Tenho aprendido e experimentado, que devemos dedicar todo tempo possível à oração; pois um servo de Deus que deixa de orar, acaba por se distanciar de Deus e se enfraquecer na fé. Então, sem se dar conta de seu retrocesso espiritual, passa a viver apenas de lembranças e de... Queixumes. Tenho vivido tempo pastante, para poder dizer o quão triste é ver um homem de Deus em declínio, sem brilho na fronte, com medo do futuro, magoado por sentimento de culpa e por mania de perseguição. Meu Deus! São tantos a viver assim! As orações podem mudar tudo!

Este salmo soa como uma veemente oração do salmista Davi, em um momento de grande aflição: "Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem e me levem ao teu santo monte, e aos teus tabernáculos. Então irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria, e com harpa te louvarei, ó Deus, Deus meu. Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu." (Salmos 43:3-5). Não tenho a menor sombra de dúvida: A oração pode mudar tudo!

Glória a Deus! Esta oração ao Pai é sempre oportuna:
https://youtu.be/by8j7vwPuXk

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Todo cristão precisa saber



Todo cristão precisa saber que o caminho que deve percorrer; muitas vezes, pode o levar a lugares, onde - por vontade própria - não desejaria ir. Comigo isto acontece, com alguma frequência; e, creio, com todo aquele que trilha o Caminho da Vida. Portanto, para que possamos seguir firmes no "novo e vivo caminho" (Hebreus 10.20); precisamos ter nossos pés firmados na Rocha Eterna, nossa mente ligada ao Lugar Alto, nossos olhos focados em Cristo Jesus, e nossa vontade submetida ao Propósito Divino. E eu digo isto, porque sei o quanto é difícil caminhar e perseverar e no Caminho Estreito; especialmente, quando as tentações aumentam - tanto em volume, como intensidade.

Não são poucas as vezes, em que somos assaltados por inconveniente e insuportável desejo de "deixar tudo"; especialmente, quando nos sentimos magoados, rejeitados, injustiçados - sem que possamos evitar facilmente tais desejos (creio ser, de todos, o mais agressivo combate travado em nossa mente). Ainda bem que Deus nos concede a graça de descansar à sombra da Sagrada Shekinah, para nos proteger do fogo infernal da provação; e nos oferece o calor do Santo Espírito, para nos aquecer do frio gelado do desprezo e da rejeição. Pois, em caso contrário, não teríamos como enfrentar e vencer os sucessivos ataques que sofremos, em nossa caminhada em direção ao céu de luz.

Texto maravilhoso este: "Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna. E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento; e salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne. Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém." (Judas 1:20-25). Ele diz aquilo que precisamos ouvir!

O nome de Jesus! Esta canção aponta o caminho da real perseverança dos salvos:
https://youtu.be/IaXpHWFeN6M

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Fé nas promessas do Pai

A imagem pode conter: texto

Após orar nesta manhã; eu digo aos meus amados irmãos que não posso silenciar minha confissão de fé nas promessas do Pai. Pois, dentre as alianças feitas por Deus com os homens; duas delas se destacam ao longo do tempo: A aliança do Sinai, selada com fogo; e a aliança do Calvário, selada com sangue. Em ambas, vemos estampadas as promessas de Deus aos crentes... Como se estas alianças fossem a lavratura de uma escritura (e na verdade são); na qual nós temos - os judeus, a do Sinai; os cristãos, a do Calvário - nossos direitos garantidos pelo Senhor.

Sempre acreditei na eficácia da oração; até mesmo quando me sinto cercado por ondas que procuram me afogar. A Bíblia diz que, em Cristo Jesus, nós somos mais que vencedores. Glória a Deus! Ao longo da história bíblica, vemos homens dobrarem os seus joelhos e vencerem lutas que seriam insuperáveis sem o recurso da oração. E além da aliança que temos com Jesus - a qual, por si só, já seria suficiente para garantir a nossa vitória; temos também as promessas do Pai, que nunca perderão sua validade (isto, se permanecermos fieis a Quem prometeu).

Este texto faz clara menção às alianças da promessa: "Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto." (Efésios 2:11-13). E nele é clara a supremacia da aliança do Calvário.

Esta é uma canção para ser ouvida e cantada com profunda fé:
https://youtu.be/gM5ZTssMtOE

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Nossa omissão será cobrada

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Ontem, durante o culto em nossa frente missionária em Ílhavo, pude constatar a importância de uma semana de muito trabalho nos lares (algo que Maria Célia & eu temos feito por anos a fio). É bom vermos crentes antigos sendo restaurados e vidas novas sendo alcançadas. As lágrimas derramadas no altar do Senhor são regiamente compensadas pelos frutos alcançados (salmo 126.5-6). Nos, obreiros do Senhor, temos deveres para com os que Deus põe em nosso caminho (e não podemos cortar volta); pois ministério pastoral é missão a ser cumprida com o máximo esmero.

Não nego que as vezes, o corpo reclama descanso... Propondo que fiquemos em casa - com as alegações de sempre: "tenho muito trabalho no escritório", "tenho que estar com a família"; "tenho me dedicado tanto" (e estas são apenas algumas delas). Não nego que sejam razões válidas, para nos manter em casa; Todavia, podemos fazer estas coisas, sem negarmos socorro a quem está a um passo do inferno. Até porque, a nossa omissão será por Deus cobrada - talvez em um momento, quando já não teremos mais tempo para compensar a negligência que tivemos com vidas carentes.

Isto é ser pastor: "E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja. E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós, Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas, Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo." (Atos 20:17-21). Amém.

Por mais que você saiba como; jamais tente sozinho:
https://youtu.be/lAwEmosEDbE

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 29 de outubro de 2017

Banho de misericórdia

A imagem pode conter: texto

Acabei de me erguer do lugar de oração, onde pude tomar meu costumeiro banho de misericórdia, que se renova cada manhã (Jeremias 3.22-23). Pois diante do Senhor a graça prevalece, e a paz e o amor de Deus se instalam no coração do crente, fruto da justificação pela fé (Romanos 5.1). Um grande equívoco que  muitos cristãos cometem é priorizarem os valores materiais, em detrimento dos valores espirituais - posto que, os bens terrenos são temporários e os bens espirituais são eternos. Inúmeros crentes terem como sua maior conquista a compra de uma casa ou a aquisição de um carro... Tudo isto vai ficar aqui.

Não quero tirar "a cereja do bolo" de ninguém... Pois sei que alguns valores terrenos são essenciais à vida das pessoas. Sei da necessidade que temos - de trabalhar pelo pão que perece; e de economizar para termos o conforto oferecido por diversos valores perecíveis. Contudo, não devemos por o nosso coração em tais valores "porque onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração" (Lucas 12:34). Na verdade, o cristão deve pensar "nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra" (Colossenses 3:2). A Palavra de Deus nos explica o "porque" deste imperativo; pois viver eternamente é nosso alvo.

Precisamos manter nosso coração nas promessas do Pai: "Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado." (Romanos 5:1-5). Vivendo cada dia no Senhor.

Linda e verdadeira esta canção! É sempre bom poder ouvi-la:
https://youtu.be/mIWxPgGnVFU

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 28 de outubro de 2017

O que perdi não me fez falta

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e texto

Hoje me reporto ao dia 26 de outubro de 1964, ano em que se deu a minha conversão a Cristo. Desde então, quanta coisa mudou em minha vida! De ontem para hoje, estivemos em vigília, na casa do diácono Fernando (sentimos forte presença de Deus em nosso meio); este item de nossa vida não teria acontecido, caso eu não tivesse tido o meu encontro com Jesus. Na vigília, a minha querida esposa foi poderosamente cheia do Espírito Santo; eu não a teria conhecido, se não tivesse sido alcançado e santificado pela graça de Deus. Enfim... O que hoje eu sou, devo ao Senhor Jesus.

Hoje posso dizer, sem a menor sombra de dúvida: O que perdi jamais me fez falta; e o que ganhei se tornou meu tesouro, sem que eu tenha como calcular o seu valor. Glória ao Senhor! Hoje tenho casa e família, tenho vida e paz, tenho unção e chamado; o que mais posso querer? Bem-aventurado é todo aquele que põe no Senhor sua confiança, dedicando a ele o que sobrou de sua vida (ainda que desonrada e destruída) deixando aos seus cuidados os dias que virão pela frente; e que feliz, segue firme, sem esmorecer em sua fé e confiança; Pois Deus é fiel! Amém!

Medite nisto: "E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo. Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna. Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém." (1 Timóteo 1:14-17). Que bênção, Senhor!

Esta canção é o testemunho de quem foi alcançado por Jesus:
https://youtu.be/iM60A0CrKjE

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Um modelo de oração

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Hoje de manhã ao me curvar em oração; comecei agradecendo ao Senhor por poder buscar sua face. E pensei: Por que jamais conseguimos orar suficiente? Seria tão bom, se lembrássemos de orar - antes de dormir, após levantar; ao sair, ao chegar... É verdade! Porque não? Orar sempre, em meio à dor e ao prazer; ao lazer e ao dever. Enfim; orar pela família, pelos amigos, por tudo. Agradeci ao Senhor, pela eficácia da oração... Ela sempre traz resposta - ainda que nem sempre do agrado dos que oram.

Agradeci ao Senhor - por saber e experimentar, que andar com Deus é sempre a melhor das caminhadas. Aleluia! E viver n'Ele e para Ele é sempre o melhor modo de viver a vida. Perguntar algo a Deus - antes de perguntar aos homens - é sempre mais seguro; sem o menor risco de desvio de rumo e de conduta. Se considerarmos a oração como um freio de emoções confusas, e turbina de santas motivações, haveremos de gastar um pouco mais de tempo orando. Obrigado Senhor, por poder entender este princípio!

Devemos meditar nesta oração de Davi: "Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim. Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para ele em Deus. (Selá.) Porém tu, Senhor, és um escudo para mim, a minha glória, e o que exalta a minha cabeça. Com a minha voz clamei ao Senhor, e ouviu-me desde o seu santo monte. (Selá.) Eu me deitei e dormi; acordei, porque o Senhor me sustentou." (Salmos 3:1-5). Em meu entender, este é um modelo de oração.

Oração... Admiro a dedicação e afinação do Quarteto Gileade:
https://youtu.be/GdS7tkVT5xU?t=1

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Sobre tempos difíceis

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

A Bíblia fala sobre tempos difíceis. Vários textos das Escrituras nos alertam, quanto aos tempos difíceis que precederiam o fim da era da graça. Não ouso afirmar que sejam estes os tempos difíceis referidos na Bíblia. Mas, isto eu posso afirmar: Como são difíceis os nosso dias! O mundo governado por ímpios da pior espécie; instituições públicas patrocinando a profanação, sem o menor respeito ao clamor dos injustiçados; os meios de comunicação social promovendo a loucura, em nome de uma falsa liberdade. E quando nós pensamos ter visto tudo; sempre aparece algo pior.

Na verdade, vivemos dias difíceis. E, como se não bastasse as incertezas trazidas pelo caos; vemos cristãos deslumbrados com as novidades; e até contagiados pelos novos hábitos que vão se inserindo no comportamento das pessoas. É de assustar, o que se vê nos dias de hoje! Algo impensável no tempo dos nossos avós. Fico a pensar neste texto: "o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." (Jeremias 2:13). Então, eu me pergunto: Até onde isto vai? Logo me respondo: Só Deus sabe.

Esta é uma advertência bíblica, entre muitas, para este tempo: "E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão  encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita." (2 Pedro 2:1-3). Que Deus nos proteja!

Louvo a Deus pelas boas canções cristãs, como esta:
https://youtu.be/jiPeWrQlmuY

Cordialmete;
Bispo Calegari

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Momentos mais perigosos

A imagem pode conter: texto

Cada dia me convenço mais, que não podemos viver uma vida cristã nos moldes bíblicos; se não nos mantivermos em oração. Não estou me referindo apenas à oração formal - seja antes de ou antes de dormir; mas, ao viver em espírito de oração. Tenho comigo, que haveria menos queda moral e fracasso espiritual, se os crentes cultivassem um espírito de oração; pois é esta a atitude que mais se enquadra na advertência bíblica "orai sem cessar" (1 Tessalonicenses 5.17). O que me leva à esta ideia é o modo como, em certos momentos nos tornamos vulneráveis. 

Tenho visto que uma vitória pessoal celebrada com amigos, ou uma justa homenagem recebida (mesmo com mérito), enfim... Momentos em que somos elogiados, aplaudidos, podem ser momentos muito perigosos - mais que tribulações e ataques sofridos. Estou consciente que a oração não nos livra de todos os perigos e embaraços; pois, se assim fosse, os crentes que mais oram não sofreriam estes males. Entretanto, percebo na oração um nível de segurança que pode mitigar (ou até mesmo conter) aquelas provações mais dolorosas que sofremos neste mundo. 

Em meio às lutas, o salmista formulou esta oração: "Eu, porém, faço a minha oração a ti, Senhor, num tempo aceitável; ó Deus, ouve-me segundo a grandeza da tua misericórdia, segundo a verdade da tua salvação. Tira-me do lamaçal, e não me deixes atolar; seja eu livre dos que me odeiam, e das profundezas das águas. Não me leve a corrente das águas, e não me absorva ao profundo, nem o poço cerre a sua boca sobre mim. Ouve-me, Senhor, pois boa é a tua misericórdia. Olha para mim segundo a tua muitíssima piedade." (Salmos 69:12-16). E devemos orar assim!

Sobre oração, esta é uma das minhas canções prediletas:
https://youtu.be/X_0yf8Vp4Gc

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Ser aquilo que Deus quer

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

No sábado, tivemos nossa primeira reunião administrativa na frente missionária de Ílhavo, onde falamos e ministramos sobre quase tudo... Uma reunião marcada por cordialidade e alegria. No domingo, vimos Deus agir no salão de reuniões, onde vidas foram tocadas. Glória a Deus! E ontem, a liderança oriunda da reunião de sábado esteve reunida, para dar cobertura espiritual aos trabalhos desta semana. O ambiente foi o melhor possível. Maria Célia e eu estamos sempre a pensar, que não viemos à Portugal por mero continuísmo; mas... Para ser o que Deus quer.

Tenho orado pelos que nos lideram (Pastor Pedro, nosso líder distrital; Bispo Geraldo, nosso líder regional; e o CMR, que nos preside nesta terra). Deus sempre utiliza homens para nos presidir; aos quais devemos relatórios e explicações. Isto é um princípio bíblico (o da hierarquia); no qual, homens presidem homens, sendo também por estes presididos. Louvo a Deus pela escala hierárquica; pois ela - além de nos dar cobertura; também nos faz lembrar que temos contas à prestar. Gosto de pensar que (mandando ou sendo mandado) Deus nos chamou para servir.

Neste texto bíblico, encontramos as bases da nossa vocação para servir: "Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis." (Colossenses 3:22-24). No Brasil, usamos um adágio bem popular e conhecido: "Aquele que não vive para servir, não serve para viver".

Este foi um dos cânticos que mais marcaram minha vida:
https://youtu.be/xK9KlbAoqCk

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Deus é bom o tempo todo

A imagem pode conter: texto

Madrugada europeia... Porém, no tocante ao dever de orar, em nada diferente da madrugada brasileira (salvo, no fuso horário). Como muitos crentes costumam dizer no Brasil: "Deus é bom o tempo todo! O tempo todo Deus é bom!" Esta é uma exclamação verdadeira, com bons efeitos colaterais. Meu Senhor! Como carecemos de ti! Nós, teus filhos, cercados em um mundo profano, blasfemo, e cativo da idolatria e feitiçaria... Ainda bem que Jesus veio! E com ele, veio também graça salvadora e chance de escape. Muitos homens e mulheres são hoje o que são, porque Jesus veio para o que veio. Pois ele veio buscar e salvar o perdido (Lucas 19.10).

Deus da minha vida! Buscar tua face é viver - e viver bem - ainda que sob pressão e aflição. Tu és o Deus da minha salvação,  meu socorro e amparo em tempo oportuno. Te louvo e te exalto, sem a necessidade de palco e refletor. Pra sempre seja louvado o Nome de Jesus, que se propaga na terra como única esperança de vida aos que habitam na região e sombra da morte. São inúmeras as canções que falam do teu amor... Como faz bem as ouvir! Glória ao Senhor, que nos redime do mal! Aleluia! Que bênção é saber que um dia a mais aqui na terra, representa um dia a menos na espera da volta do Grande Rei e Senhor! Ora vem Senhor Jesus!

Gosto de meditar nos salmos, como este: "Quão amáveis são os teus tabernáculos, SENHOR dos Exércitos! A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde ponha seus filhos, até mesmo nos teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu. Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente. (Selá.) Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados." (Salmos 84:1-5). Eles sempre despertam em nós nossos mais belos e gratos sentimentos.

Perdi a conta, das inúmeras vezes que cantei esta canção:
https://youtu.be/Pjcrp4g0GvU

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 22 de outubro de 2017

Amor e graça de Deus

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Ontem, presidi a nossa primeira reunião administrativa, em nossa pequena frente missionária em Ílhavo (que já demonstra sinais de crescimento, com vidas sendo alcançadas). A seriedade da pauta intercalou com momentos de humor (com boas risadas) e nos deu uma melhor noção, dos desafios que nos esperam; em meio aos quais, não adianta procurar caminho fácil. E, frente aos deveres, jamais devemos ignorar os ardis de Satã (nem a sua ferocidade). Porém, a nossa confiança deve estar centrada em Jesus, que tudo pode, e nos recursos da graça de Deus. Somente n'Ele, nós podemos vencer.

Quando penso em meu Senhor, e na via dolorosa por ele trilhada, sou instado a crer em sua presença e cuidado sobre minha vida. Sei que sou um pecador que Jesus salvou e santificou. Sempre fui pecador (antes, perdido; agora, redimido). Entretanto, hoje, não sou mais um pecador lutando para ser santo; mas sim, um santo lutando contra o pecado. Não acho errado pensar assim. Errado é não acreditar que a graça de Deus seja capaz de salvar a nossa alma e que o sangue de Jesus seja capaz de lavar os nossos pecados. Pois, em Sua Palavra (João 3.16), Deus nos diz que por Ele somos amados!

Sempre penso neste testemunho de Paulo: "Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor. Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde." (Gálatas 2:18-21). Louvo ao Senhor, pelo testemunho da Palavra na vida deste seu servo!

Gosto de ouvir e cantar esta canção... É assim que me sinto!
https://youtu.be/dBiNmX2Hr6E

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 21 de outubro de 2017

Necessidade de interceder

A imagem pode conter: texto

Para alguém que, assim como eu, tem o orar de madrugada por costume; deve ser comum despertar pelos meios mais diversos e variados (um sonho, uma voz, um ruído); enfim... Deus pode usar de muitos meios, para nos tirar da cama. Nesta noite mesmo, eu fui acordado por um sonho mau acerca de um obreiro do brasil, com quem desfruto amizade a um bom tempo (um estranho sonho) e já orei por ele. Estou convencido da eficácia da oração preventiva (aquela que fazemos, antes que o mal apareça ou aconteça). Já estou escolado, quanto à necessidade de orar preventivamente. Pois quando a oração não evita o mal; ela atenua os seus efeitos. 

Existem ocasiões, em que a necessidade de interceder durante a madrugada é tão grande, que até perdemos o sono... E nem percebemos que é o Espírito de Deus nos mantendo "acesos", para orarmos preventivamente, madrugada afora; pois a família, os bens, e os amigos de um homem de Deus, podem ser atacados pelo inimigo (jamais devemos nos esquecer disso). Sei que, em muitos casos, não basta orar; é preciso tomar medidas. Porém, para que estas medidas possam ser tomadas em Deus, precisamos orar mais. É comum famílias e amizades serem desfeitas; sem que os seus integrantes, sequer se ponham em alerta. Enfim... Orar é sempre preciso! 

Momento doloroso este, que posteriormente deve ter ficado gravado na memória do apóstolo Pedro: "Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte. Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces." (Lucas 22:31-34). A Palavra de Deus nos testifica que, ao entrarmos em oração, somos ajudados pelo Santo Espírito de Deus (Romanos 8.26). E assim sendo... Devemos orar sempre!

Realmente... Oração é a chave da vitória. Glória a Deus!
https://youtu.be/gkxrmg7VB5k

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Porta que Deus nos abriu

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Ontem foi um dia diferenciado, em que senti certa indisposição (mas não desânimo); todavia, procurei manter firme as minhas defesas espirituais. Fiz visitação e Deus nos concedeu a graça de termos uma reunião maravilhosa, em que um culto de louvor e adoração foi prestado a Ele com alegria, entusiasmo e espírito de adoração (em linha com o que está dito em João 4.24). Sim! Deus é fiel! Após o culto, fizemos mais uma visita; na qual uma grande batalha espiritual foi travada e ídolos foram destronados. Louvo ao Senhor pela porta que Ele nos abriu, que é conhecida como "Frente missionária de Ílhavo". Ela é para nós, um projeto valiosíssimo!

Até onde minha voz é palavra puder chegar; digo sem qualquer sombra de dívida: O melhor lugar em que nós podemos estar é o lugar em que, verdadeiramente, Deus nos quer. O profeta Jonas sofreu bastante - antes, por não entender isto; e depois, por não se sujeitar inteiramente ao querer de Deus. Fico a pensar na legião de servos de Deus que vivem infelizes (infelizes com o lugar em que vivem, com o trabalho que fazem, com a família que possuem) porque teimam em impor sua própria vontade e seguir seu próprio rumo; sem se darem conta do erro que cometem, optando por seguir em direção aos seus interesses e satisfazer os seus próprios instintos.

Que reunião excelente deve ter sido esta: "E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja. E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós, Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas, Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo." (Atos 20:17-21). Assim era Paulo, um servo de Deus, um homem despojado.

Sempre gostei de ouvir meu filho Elizeu (em sua juventude) cantar este hino:
https://youtu.be/kHbj_cpRZl0

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Minha gratidão é eterna

A imagem pode conter: texto

Senhor Jesus; sou grato a ti, por teres me tornado o homem que sou (não gosto de pensar no homem que eu teria sido, caso não te tivesse encontrado). Obrigado Senhor! Sei que o meu caminho da santidade ainda não está inteiramente percorrido; todavia, pude chegar até aqui, por obra e graça do Senhor. E me pergunto: onde estaria eu, caso não te tivesse encontrado? Aleluia! Pois, esta é uma das preocupações que nunca terei! Pois salvaste minha vida, removeste meu pecado e me deste graça, honra, e unção. Glória a Deus! Minha vida é passageira; todavia, a minha gratidão será eterna!

Ao orar à Ti Senhor; trago minha pequena casa perante os Teus olhos (isto é mera força de expressão, pois podes ver tudo, até mesmo o que não imagino existir). Contemplo minha pequena casa, como quem contempla um pequeno barco no oceano, distante da ilha aonde pretende chegar... Vez por outra, um turbilhão tenta o fazer naufragar; mas ele segue firme, velas enfunadas, singrando as ondas, sem razão para ter medo, pois o Senhor dos mares e dos ventos segue em seu convés, pronto a intervir em seu favor. Que bênção é ter Tua presença em nós, meu amado Salvador. Aleluia!

Que bênção é este salmo: "O SENHOR reina; está vestido de majestade. O SENHOR se revestiu e cingiu de poder; o mundo também está firmado, e não poderá vacilar. O teu trono está firme desde então; tu és desde a eternidade. Os rios levantam, ó Senhor, os rios levantam o seu ruído, os rios levantam as suas ondas. Mas o Senhor nas alturas é mais poderoso do que o ruído das grandes águas e do que as grandes ondas do mar. Mui fiéis são os teus testemunhos; a santidade convém à tua casa, Senhor, para sempre." (Salmos 93:1-5). Pois ele traz grande conforto, aos que vivem pela fé!

Canção inesquecível, que sempre me edificou. Aleluia!
https://youtu.be/dQqjHDnS4Dc

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Carta Aberta ao Brasil

A imagem pode conter: texto

Tenho ouvido dizer, que detentores do poder patrocinam cenas grotescas (que ocorrem em museus e espaços públicos da nação) com o fim de desviar a atenção das pessoas de bem; mas, com intuito de encobrir crimes praticados pelos mentores do sistema corrupto vigente. Todavia, estas são duas questões bem distintas: Uma, é a corrupção praticada pelos mandatários do poder (tanto os atuais, como os anteriores); outra, é o perverso estado de blasfêmia e de profanação que o sistema vigente tentar impor sobre os que adotaram os valores defendidos e ensinados pela fé cristã. Na verdade, a cruel corrupção vitimiza e envergonha a todos sem exceção; todavia, a pérfida profanação que nos é imposta atinge preferencialmente os que querem viver piamente em Cristo Jesus  (2 Timóteo 3:12). É preciso distinguir!

Se isto é usado como "cortinha de fumaça", para prejudicar certo político populista, eu não sei. Porém, o que vejo ( e isto é evidente); é que tentam nos impor um "modus vivendi" torpe, decadente; procurando à todo custo nos levar à práticas iníquas, profanas, que colidem frontalmente com as balizas morais e espirituais que ensinamos aos nossos filhos e netos - ao mesmo tempo em que tentam corromper as crianças brasileiras. Até creio ser coerente o modo como muitos governantes (atuais e anteriores) são levados (por espírito profano, prostituto, beberrão, enganador) a perseguir objetivos inconfessáveis; pois precisam desfrutar ao máximo, prazeres ilícitos que o poder lhes proporciona; pois no íntimo sabem que sua parte, na justiça divina, é inevitável (se não houver arrependimento) e não tardará por vir (2 Tim. 3).

Este texto bíblico precisa se entendido e aplicado, em todo o seu significado: "Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão. Para desviarem os pobres do seu direito, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo; para despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! Mas que fareis vós no dia da visitação, e na desolação, que há de vir de longe? A quem recorrereis para obter socorro, e onde deixareis a vossa glória, Sem que cada um se abata entre os presos, e caia entre mortos? Com tudo isto a sua ira não cessou, mas ainda está estendida a sua mão." (Isaías 10:1-4). No Brasil é comum dizermos que "o pau que bate em chico, também bate em francisco"... Portanto, os que fazem uso da batina, ou do colete clerical, ou de um púlpito, para explorar os incautos, serão igualmente julgados.

Esta canção é profética, mais relevante do que muitos pensam:
https://youtu.be/SdE5W9b5f1o

Cordialmente;
Bispo Calegari