terça-feira, 16 de janeiro de 2018

A natureza geme

A imagem pode conter: texto

A natureza geme... Seus gemidos aumentam de ritmo e volume a cada dia. O ribombar dos terremotos e eclodir dos vulcões são ouvidos a longa distância, sem que se possa fazer alguma coisa para conter a sua fúria. E eles se fazem ouvir nos quatro cantos do planeta, derrubando, revolvendo e incinerando tudo a sua volta - mesmo em lugares em que antes, não era comum o seu aparecimento.

Seus gemidos podem também ser ouvidos, no rugir das ondas do mar e no zumbido assustador dos tornados e furacões. E não há meios de se estabelecer limites, para tamanhas forças da natureza; de modo a impedi-las de invadir as cidades costeiras com suas temidas "tsunami"; ou mesmo evitar que os seus tornados levem, literalmente, para o espaço - casas, objetos, animais, até pessoas.

Os seus gemidos chegam até bem perto de nós - através das cheias dos nossos rios e igarapés; e dos deslizamentos das encostas, fazendo com que um bucólico ribeiro serpenteando o vale, se transforme repentinamente em um caudal de água e lama, que a tudo leva pela frente; sem que possamos fazer algo mais do que lutar com bravura para procurar salvar nossa família e a própria vida.

Esta passagem bíblica nos alerta quanto a isto:

"Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo."
(Romanos 8:19-23)

E cabe a todos nós, buscar segurança em Deus.

O tropeço de um cantor não invalida uma canção profética:
https://youtu.be/nsYcRlvHtQU

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Uma preciosa oração

A imagem pode conter: texto

Tanta necessidade eu senti, de orar nesta manhã (talvez, a mais fria que tenho vivido em Portugal). Chegamos em casa as três da manhã; vindo do Algarve. Neste fim de semana, lá estivemos com o Bispo Geraldo e o Pb Eduardo; foi abençoador, estarmos na inauguração do novo salão da frente missionária Portimão, e abraçarmos o Pr Armando, Pr Miguel e família, juntamente com  os pastores e vários irmãos do Distrito do Algarve. No domingo, preguei na IMW Lagos, sob o pastorado do Pr Saulo. Também tivemos um bom momento com Maristela, em Tavira; com o Pr Litamor, em Albufeira; e com o Pb Alberto, em Lagos. Que bênção!

Falando sobre oração... Me prostrei aos pés do Senhor, movido por premente necessidade de buscar o favor de Deus. As vezes, Ele nos mostra coisas, sem que tenhamos ideia exata quanto ao seu real significado (isto acontece com muitos). O que vi me fez orar com gemidos; todavia, também agradeci do fundo do meu coração o seu cuidado para comigo e minha pequena casa. Que agradável! O Espírito me fez lembrar que não devemos lamentar dores ou perdas sofridas; e que - mesmo que recebamos coisas boas da parte dos homens - "O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu." (João 3:27). Glória ao nome do Senhor!

Este salmo é uma preciosa oração: "Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca. A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos o ouvirão e se alegrarão. Engrandecei ao Senhor comigo; e juntos exaltemos o seu nome. Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias. O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra." (Salmos 34:1-7). Sempre que o leio, me sinto edificado por ele. Glória a Deus!

Esta canção sacra sempre nos faz lembrar o texto de Mateus 8:23-27:
https://youtu.be/pwF-TGT-S8s

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 13 de janeiro de 2018

Confronto Lei versus Graça

A imagem pode conter: texto

Em janeiro de 2012, postei mensagem sobre o confronto entre a lei e a graça, sem que se veja sinal de seu abrandamento; pois a intolerância nas relações humanas vem fazendo crescer - este e outros confrontos e ameaças, nos mais diversos setores (seja no militar ou civil, político ou religioso, santo ou profano). Porem esta atmosfera não traz novidade alguma em seu rastro; pois a Bíblia nos adverte, em vários textos, que os últimos dias seriam assim. 

Na história do cristianismo, percebemos um confronto que vem afetando a vida da Igreja de Cristo ao longo dos séculos - desde os seus primeiros dias; que é o embate entre as doutrinas - do antigo e novo estamento. À luz da Bíblia, este tipo de conflito (entre a Lei e a Graça) nem deveria existir entre cristãos; pois a inequívoca posição do próprio Deus e de seus apóstolos, foca a doutrina da maravilhosa graça de Cristo Jesus, na qual a salvação se baseia.

Ao estudarmos os ensinos neo-testamentários podemos ver que esta polêmica é vista pelos apóstolos, como se fossem pregados dois tipos de evangelho: O evangelho da lei e o evangelho da graça. Concernente a isto, Paulo denuncia a pregação das obras da Lei como um "outro evangelho". Em seu apostolado, percebemos que o único foco é a pregação do evangelho da Graça - ao qual, ele aponta como único e verdadeiro Evangelho de Cristo.

Na Bíblia podemos ler que "antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar. De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados. Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio." (Gál. 3:23-25). E que, "se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei." (Gál 5:18). Portanto, "o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça." (Romanos 6:14). Enfim... Vivemos sob vigência da graça!

Esta advertência deve ser levada em conta: "Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema" (Gálatas 1:6-8; 2:16). Pois, salvação é pela graça.

Glória a Deus! Só pela graça de Jesus é que podemos ser salvos:
https://youtu.be/FmEdBPnL3FA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Devemos orar sempre

A imagem pode conter: nuvem e texto

Enquanto oro; sinto segurança, por saber que o meu Deus me conhece por dentro e por fora. O salmista declara que o Senhor nos sonda e conhece... Obrigado Pai! Nesta manhã intercedi em lágrimas; justamente por saber que só o Senhor pode sondar as ações e reações dos homens. Somente Deus pode conhecer as reais intenções das pessoas... Meu Deus! É tão difícil lidar com o ser humano. Na verdade, mesmo lidar com os nosso próprios sentimentos é missão quase impossível; pois até o nosso auto-conhecimento exige experiência, que nem sempre possuímos.

Enquanto oro; ouço no íntimo, a canção "Senhor, eu sei que tu me sondas"... Que bem me faz poder canta-la em meu íntimo! Glória a Deus! Logo em seguida, a intercessão se torna tão leve e solta... Sinto que mais uma vez, o Senhor me atendeu. E é tão agradável este sentimento: Saber que o Senhor nos ouve e nos responde. Creio ser esta, umas das razões pelas quais devemos orar sempre; até que a resposta venha. Enfim... Os obstáculos no caminho da oração, não devem nos demover do propósito de buscar o Criador, por Seu Santo Espírito, mas sempre em nome de Jesus.

Que profundo texto este! "SENHOR, tu me sondaste, e me conheces. Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos. Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces. Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão. Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir. Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?" (Salmos 139:1-7). Obrigado por tudo meu Senhor!

Glória a Deus! Ouça e medite nesta profunda canção:
https://youtu.be/f44CK2Fu4-w

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

O testemunho cristão

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Eu me vejo com frequência, a pensar no testemunho cristão que devo ao mundo. Por exemplo: Sei que não devo tomar qualquer  coisa emprestada de alguém, sem firme disposição de devolver em tempo hábil. Também sei que não devo comprar sem pagar, para não causar prejuízo a quem confiou em minha palavra. Sei que não devo frustrar a confiança em mim depositada - seja por adulto ou por criança. Sei que não devo ser mal intencionado, seja em meus planos, seja em meus relacionamentos. Pois, como cristão, tenho um nome a zelar e um testemunho a dar... Com a ajuda do Senhor.

Outras preocupações também ocupam minha mente e coração... Tais como: Saber que não devo trocar ofensa por ofensa, nem injúria por injúria, nem me nivelar pela tolice alheia... Pois, sou cristão! E um cristão precisa conhecer e se manter nos termos de sua responsabilidade. Isto aprendemos sobretudo com a Palavra de Deus; embora, os bons conselhos - venham de quem vierem - não devam ser por nós menosprezados. Sei que meu trato com o sexo oposto deve ser respeitoso e cuidadoso; e que devo ser amável e afável com meu próximo... ainda que ele não retribua o meu tratamento.

Leia este texto: "Rogamos-vos, também, irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos, e sejais pacientes para com todos. Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos. Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal." (1 Tessalonicenses 5:14-22). E procure se espelhar nele.

Esta canção é belíssima! Um testemunho a ser seguido:
https://youtu.be/WiIpwiNemF4

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Filadélfia: Modelo da Igreja

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Meu Deus! tenho observado o enorme leque de opiniões, sobre o que é de fato te servir e andar contigo. E me causa angustia, ver os extremos existentes entre opiniões conflitantes e destoantes - sobre o que é de fato ser testemunha de Cristo. Ainda bem que nossa crença é tolerante; pois, se assim não fosse; aquilo que alguns crentes fazem, seria capaz de gerar verdadeira guerra religiosa entre os que se dizem irmãos. Mas... É bom que seja assim! Pois o juízo do qual ninguém pode fugir - e no qual, as opiniões não absolvem - está prestes a se revelar. E lá, nem o que procura orar e viver corretamente estará imune - caso não esteja alicerçado na Verdade.

Meu Pai! As divergências são tantas (Alguns contra e outros a favor de um relacionamento mais amistoso com o mundo); que os limites, outrora claramente demarcados, vão se apagando e dando lugar a uma espécie de "terra de ninguém"; na qual, muitos que se dizem crentes, se sentem no direito de fazer qualquer coisa - sem temer consequência; por mais loucas que sejam suas atitudes. Senhor! Eu peço que nos guarde de sermos levados nesta confusão e de sermos enganados por novos conceitos, que vão sendo impostos pela consciência cristã sem filtro - ávida por liberdade e diversão em meio à crença; e de fim semelhante ao da geração de Noé.

Meu Senhor! Quero buscar primeiro o Teu reino e sua justiça; e fechar olhos e ouvidos aos apelos insistentes de um mundo que hoje tenta me atrair; para depois então, me esmagar. Não é de hoje, percebo que este mundo deseja ser iluminado com nossa Luz; mas, repudia o Caminho que seguimos. Tenho aprendido que o mundo se torna menos perigoso, quando nos despreza e persegue; do que quando nos aplaude e abraça. Infelizmente, este mundo nunca deixou de ser "Sodoma"; todavia, Tua igreja não precisa ser "Laodiceia"; pois, sua vocação é ser "Filadélfia" - melhor perfil a ser por ela adotado; por ser este seu real modelo e seu destino.

Igreja de Filadélfia:

"E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa."
(Apocalipse 3:7-11)

Igreja do vero amor!

Esta canção, inúmeras vezes, embalou minha vida com Deus:
https://youtu.be/n18SbMCwFKU

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Marcas de Cristo na vida

A imagem pode conter: texto e atividades ao ar livre

Estive refletindo sobre minha jornada cristã... E sobre algumas coisas que não devo levar comigo. Então, percebi que não devo levar sentimentos impróprios (mágoa, ressentimento e rancor); nem devo manter os olhos nas brumas do passado; mas, os ter na luz do horizonte, para onde estou indo. Sei que não devo me deixar prender por laços do ontem; mas, sim, seguir em frente - atrelado ao hoje e ligado ao futuro - para onde eu ando. Como faz bem, a sensação de dependência de Deus, sem arriscar a sorte.

Uma das boas lições, que aprendi em minha caminhada: É que não devo transformar o desprezo, injúrias e ofensas sofridas, em mágoa e rancor; mas, devo as usar como adubo... Para nutrir o fruto do espírito que cresce viçoso na árvore que é minha vida. Aprendi também, que não devo transformar o meu sofrer em drama; e sim, em marcas de Cristo em minha vida (posso dizer que elas são muitas). Glória a Deus! E como diz a canção, devo ser "como farol que brilha a noite, como ponte sobre as águas".

Sempre olhei com admiração este texto Bíblico: "Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus. Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos, com o vosso espírito! Amém." (Gálatas 6:15-18). Cristo - a minha razão maior!

Glória a Deus! Assim deve ser a nossa vida cristã:
https://youtu.be/UluCx82o4zE

Cordialmente;
Bispo Calegari